NO BAIRRO NOVA ESPERANÇA

NO BAIRRO NOVA ESPERANÇA
PETROLÂNDIA - PE

Bairro Nova Esperança - PETROLÂNDIA -PE

Bairro Nova Esperança - PETROLÂNDIA -PE
AURINÉZIO CONSTRUÇÕES

Avenida Auspício Valgueiro Barros - Petrolândia - PE

Avenida Auspício Valgueiro Barros - Petrolândia - PE
FRANCK ELETRO - Click na imagem e veja nossas ofertas

terça-feira, 13 de abril de 2021

EM PETROLÂNDIA - PE DESPERDÍCIO DE ÁGUA POTÁVEL NO BNE JÁ PASSA DOS DEZ DIAS, 'CADÊ A COMPESA QUE TINHA AQUI?'



Mais uma vez, o Blog SNP, registra um grande desperdício de água no Bairro Nova Esperança – BNE, em Petrolândia, no sertão de Itaparica, no interior de Pernambuco. O vazamento está localizado, em uma rua de frente a Escola Municipal Itamar Leite. O mesmo, ocorre a mais de 10 dias. E assim, muita água já foi jogada fora. A conta virá, que pagará? O povo!

Petrolândia é banhada pelas águas do Rio São Francisco, “ás portas da cidade” está o Lago de Itaparica. E mesmo assim, a população urbana sofre, algumas vezes por falta de água nas torneiras, e mais ainda, sofrem as comunidades rurais (responsabilidade da prefeitura), que algumas delas, ainda dependem do abastecimento para consumo humano, através de carro pipa. 

Por um outro, desta mesma fonte, importante para manter a vida humana, animal, agricultura e outros meios de vida, é desperdiçada água potável de forma irresponsável, por parte da Compesa, empresa responsável pela manutenção do sistema de abastecimento de água para o consumo humano, no município (área urbana). Esta por sua vez, tem como desculpas, para as conhecidas, seguidas e absurdas falhas : Uma equipe pequena; uma demanda demasiada grande; um sistema ultrapassado e antigo em tempo de funcionamento, e uma das principais desculpas é a de que, a sua base como gerência administrativa regional é em outro município, e isso trás dificuldades, principalmente na manutenção do sistema. A população também contribui para este desperdício, e muitas vezes, deixa de cobrar da empresa, desvia água, e joga fora, um bem precioso para todos.

*Encaminharemos o pedido para o conserto ao contato da Compesa, e vamos permanecer fiscalizando, pois somos parceiros da população, mas cabe a ela, ser o principal fiscal. Para que todos tenham uma vida melhor.


De quem é a culpa? Dos funcionários da empresa não! É do Estado que não assume a demanda e contrata mais pessoas, e não assume a responsabilidade de melhoria do sistema. E também o município tem sua parcela de culpa, que não cobra como deveria combrar. Pois além da falta de manutenção, passam dias e dias, todo mês, falta um, ou dois, ou mais dias, água no município. E o que a município faz? Nada! A conta vem da mesma forma, ou, quase sempre mais. 

Podem até dizer: "O controle está a  cima da gente!" E isso não é razão de cruzar os braços. 

A população, se cala diante da falta de responsabilidade da empresa, e da falta de uma política pública que funcione, como base, de manutenção e controle de um bem comum e indispensável para a manutenção da vida, ÁGUA! 

Afinal, o que justifica Petrolândia, ter em sua porta um lago, e sofrer tanto com um sistema de abastecimento precário e falho, que tanto dificulta a vida de todos? 

Blog SNP, "A notícia pra Você!"


VÍDEO (11/04) POR ALEXANDRE SERTÃO

 


Por Redação Blog SNP
Fotos/vídeos: Alexandre Serão
13/04/2021





segunda-feira, 12 de abril de 2021

Randolfe responde ataques de Bolsonaro e aponta motivos para a CPI

Do que tem medo?, questionou o senador; ex-capitão disse disse que teria que sair na porrada com o autor do requerimento da comissão.

SENADOR RANDOLFE RODRIGUES. 
FOTO: LUIS MACEDO/CÂMARA DOS DEPUTADOS

O senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) respondeu ao presidente Jair Bolsonaro que, em diálogo com o também senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), disse que teria que “sair na porrada” com o autor do requerimento de criação da CPI da Covid-19.

“A violência é uma arma que só interessa aos covardes. Aos homens públicos, principalmente neste momento [de pandemia] não interessa ficar envolvido em brigas de rua”, afirmou Randolfe em vídeo nesta segunda-feira 12/04.

Mais cedo, por uma rede social, o senador apontou os motivos que faz o presidente ter receio da pandemia.

"Do que Bolsonaro tem medo? A CPI da COVID, afinal, só quer apurar, dentre outras coisas em relação à pandemia":

1. O atraso na compra de vacina  da Pfizer
2. Falha grosseira na aquisição de seringas, insumos, equipamentos e na estruturação do Sistema de Saúde.
3. Gasto exacerbado com medicamentos sem eficácia comprovada.
4. Aglomerações causadas pelo presidente e sua comitiva em todo o país.
5. Em m meio à pandemia, superfatura nas compras do Governo.
6. Omissão diante das mortes por falta de oxigênio em Manaus.
7. Negligência diante da escassez do kit intubação.
8. Incompetência na distribuição de vacinas, especialmente em relação à logística.
9. Negacionismo, discurso de sabotagem às medidas de isolamento.
10. O não uso e o incentivo ao não uso de máscaras.
11. Tentativa de maquiar número de mortes por COVID.
12. Falta de transparência na divulgação de casos.
13. Ataques aos poderes.
14. Desgaste das relações internacionais que nos garantiriam melhor negociação de vacinas.

Por Carta Capital, 12/04/2021


O prefeito Fabiano Marques (Petrolândia - PE) fala dos '100 primeiros dias' do seu governo, em entrevista a Magno Martins

Petrolândia paga as contas e investe na Saúde


Em entrevista, há pouco, ao Frente a Frente, o prefeito de Petrolândia, Fabiano Marques (PTB), comemorou os cem primeiros dias de gestão anunciando que pagou folhas em atraso, débitos da Previdência em torno de R$ 2 milhões, pagando parte dos R$ 2,6 milhões de débitos da administração passada com os fornecedores.

“Mas o nosso grande feito, na verdade, está sendo rearrumar a precária rede de saúde do município”, disse o trabalhista. 

INVESTIMENTO NO TURISMO 

Na semana passada, Fabiano esteve no Palácio abrindo o diálogo para levar mais investimentos para o município. Já em Brasília, vai encaminhar ao ministro do Turismo, o pernambucano Gilson Machado Neto, um projeto para impulsionar a Ilha de Rarrá.

Trata-se de uma verdadeira joia do São Francisco, localizada no meio do rio entre Petrolândia, Pernambuco, e Glória, na Bahia. Um pequeno paraíso rodeado por águas cristalinas e dunas de areia clara. De tão bonita parece até miragem, mas ao se aproximar de catamarã se percebe que a ilha é uma deslumbrante verdade.

A entrevista vai ar ao longo do Frente a Frente, programa que começa às 18 horas pela Rede Nordeste de Rádio, formada por mais de 40 emissoras, hoje presente em três Estados da região, tendo como cabeça de rede a Hits 103,1 FM, no Grande Recife. Se você deseja ouvir pela internet, clique no botão Rádio na página acima do blog ou baixe o aplicativo da Rede Nordeste de Rádio no play store.

CONFIRA ABAIXO ENTREVISTA NA ÍNTEGRA


Canal do Portal Jatobá


Por Magno Martins, 12/04/2021



Vou ter que sair na porrada com um bosta desses, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chamou o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) de "bosta" e afirmou que teria que "sair na porrada" com o autor do requerimento de criação da CPI da Covid-19

© Getty Images

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em conversa gravada com o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) na noite de sábado (10/04), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chamou o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) de "bosta" e afirmou que teria que "sair na porrada" com o autor do requerimento de criação da CPI da Covid-19.

"Se você [Kajuru] não participa [da CPI], vem a canalhada lá do Randolfe Rodrigues para participar e vai começar a encher o saco. Daí, vou ter que sair na porrada com um bosta desses", afirmou Bolsonaro em áudio divulgado por Kajuru na manhã desta segunda-feira (12/04) na Rádio Bandeirantes.

No domingo (11/04), Kajuru havia divulgado gravação de uma conversa telefônica entre ele e Bolsonaro. No trecho que veio a público, Bolsonaro pedia ao senador que ampliasse o escopo da CPI para que atingisse também prefeitos e governadores.

Bolsonaro disse que, se os senadores não mudarem o escopo da CPI, ampliando para investigar as ações de governos regionais também, será investigado apenas o governo federal e seus aliados. Segundo ele, vão ouvir "só gente nossa" para produzir "relatório sacana".

"Se não mudar a amplitude, a CPI vai simplesmente ouvir o Pazuello, ouvir gente nossa, para fazer um relatório sacana. Tem que fazer do limão uma limonada. Por enquanto, é um limão que tá aí. Dá para ser uma limonada", disse ao senador.

Na manhã desta segunda-feira, ao conversar com apoiadores, Bolsonaro condenou o registro e a divulgação do diálogo, sugerindo que não sabia que estava sendo gravado.

"O que está em voga hoje em dia é que eu fui gravado numa conversa telefônica, a que ponto chegamos no Brasil aqui. Gravado", disse Bolsonaro, segundo imagens divulgadas na internet por um apoiador.

Coquetel contra covid reduziu 81% de casos sintomáticos em contactantes

O estudo utiliza a combinação dos medicamentos (chamados anticorpos monoclonais) Casirivimab e Imdevimab para evitar casos sintomáticos entre contactantes que moram na mesma residência que pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus

© iStock - imagem ilustativa

A empresa norte-americana Regeneron Pharmaceuticals divulgou nesta segunda-feira, 12, os resultados da fase 3 de um coquetel para reduzir as possibilidade de contrair a covid-19, desenvolvido em parceria com a suíça Roche. O estudo utiliza a combinação dos medicamentos (chamados anticorpos monoclonais) Casirivimab e Imdevimab para evitar casos sintomáticos entre contactantes que moram na mesma residência que pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus.

Segundo o laboratório, uma dose da combinação (chamada Regen-Cov) administrada por injeção subcutânea pode reduzir em 81% o risco de a pessoa desenvolver um caso sintomático da covid-19. Os demais participantes do estudo tiveram sintomas leves e com permanência menor, por até cerca de uma semana (ante as cerca de três semanas de sintomas identificadas em quem recebeu o placebo).

"Esses dados sugerem que o Regen-Cov pode complementar estratégias de vacinação, particularmente para aqueles com alto risco de infecção. É importante ressaltar que, até o momento, Regen-Cov demonstrou in vitro reter sua potência contra variantes emergentes de preocupação (as "variants of concern", como as identificadas inicialmente em Manaus e no Reino Unido, por exemplo)", disse o médico Myron Cohen, que lidera o estudo e é diretor do Instituto de Saúde Global e Doenças Infecciosas da Universidade da Carolina da Norte, em comunicado divulgado pela Regeneron.

Bolsonaro cometeu crime em conversa com Kajuru, dizem parlamentares e advogados

Advogados e políticos consideram grave e com potencial de ser enquadrado como crime de responsabilidade as falas de Bolsonaro com Jorge Kajuru

© Getty Images

Conteúdo da conversa entre o presidente Jair Bolsonaro e o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) é considerado "gravíssimo" e com potencial de ser enquadrado como crime de responsabilidade, na avaliação de advogados e políticos de oposição ao chefe do Executivo.

No diálogo, divulgado no domingo, 11/04, por Kajuru, Bolsonaro pressiona o senador a ingressar com pedidos de impeachment contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). O desejo é de dar uma resposta à decisão tomada na última quinta-feira, 8, pelo ministro Luís Roberto Barroso, que ordenou a instalação da CPI da Covid, que vai investigar as ações e omissões do governo federal na pandemia.

"Você tem de fazer do limão uma limonada. Tem de peticionar o Supremo para colocar em pauta o impeachment (de ministros) também", disse Bolsonaro, que dá a entender que, se houver pedidos de impeachment contra ministros do STF, a instalação da CPI pode ser interrompida. O presidente também cobrou que a CPI, se instalada, trabalhe para apurar a atuação de prefeitos e governadores.

PDT protocola pedido de impeachment contra Bolsonaro

 A sigla acusa o chefe do Executivo de ameaça ao livre exercício dos poderes

© Getty Images

A Executiva Nacional do PDT protocolou um novo pedido de impeachment contra o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido). A sigla, comandada por Carlos Lupi, acusa o chefe do Executivo de ameaça ao livre exercício dos poderes.

"Já não é nenhuma novidade que o Presidente da República manifesta profundo desprestígio ao Poder Judiciário. São inúmeras as notícias que dão conta da proliferação de diversos atos acintosos ao livre exercício do Poder Judiciário", informa o pedido.

Às vésperas da instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) no Senado sobre ações e omissões do governo federal na pandemia, o presidente Jair Bolsonaro pressionou o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) a ingressar com pedidos de impeachment contra ministros do Supremo Tribunal Federal. Em conversa por telefone divulgada pelo próprio senador nas redes sociais, Bolsonaro dá a entender que, se houver pedidos de impeachment contra ministros da Suprema Corte, podem ocorrer mudanças nos rumos sobre a instalação da comissão.

O requerimento do PDT irá se unir aos mais de 100 pedidos de impedimento de Bolsonaro que já chegaram à Câmara e dependem da análise do presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL).

MAIS NEWS: Em áudio gravado por Kajuru, Bolsonaro xinga e ameaça agredir senador Randolfe Rodrigues


Por ESTADÃO
Via Notícias ao Minuto, 12/04/2021



No Recife, Bombeiros resgatam passageiros de ônibus ilhado em avenida do Ibura

Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Equipes do Corpo de Bombeiros de Pernambuco atuaram em uma situação inusitada, nesta segunda-feira (12/04), no bairro do Ibura, na Zona Sul do Recife. De acordo com a corporação, em meio às fortes chuvas que atingiram toda a Região Metropolitana, passageiros de um ônibus foram resgatados com o uso de um bote, após o veículo apresentar falha mecânica na Avenida Dom Helder Câmara, um dos principais corredores de circulação da área.

Os Bombeiros informaram que 38 pessoas foram retiradas do coletivo, que fazia a linha Alto Dois Carneiros/Terminal Integrado Tancredo Neves. No momento do incidente, o nível de água na via já ultrapassava as rodas do transporte público, mas com a ação em tempo hábil não foi registrado nenhum ferido, tampouco a necessidade de remoção para unidades de saúde, passando todos bem. “Todos os passageiros foram conduzidos até um local seguro e sem registro de alagamento”, informou o órgão.


Fonte: Diário de Pernambuco
Blog SNP, 12/04/2021






Covid-19: Brasil registra maior média móvel de mortes desde início da pandemia

Com acréscimo de 1.480 mortes nesta segunda-feira (12/4), a média de óbitos pela covid-19 dos últimas sete dias chegou a 3.124, maior número desde o início da pandemia no país


O Brasil atingiu nesta segunda-feira (12/4) a maior média móvel de mortes pela covid-19 desde o início da pandemia no Brasil. Segundo o cálculo do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), que leva em conta os números dos últimos sete dias, o país tem média de 3.124 mortes.

Esta é a maior média desde fevereiro do ano passado, quando os primeiros casos de covid-19 surgiram no Brasil. O recorde até o momento havia sido registrado no início deste mês, em 1º de abril, com 3.117 mortes.

O número alto na média de mortes era esperado, já que na última semana o país registrou, pela primeira vez, mais de 4 mil mortes diárias pela doença por duas vezes. Nesta segunda, de acordo com o balanço nacional feito pelo Ministério da Saúde, o Brasil confirmou mais 1.480 óbitos e 35.785 casos.

O país já soma 13.517.808 de infecções e 354.617 mortes, sendo o segundo país com mais registro de óbitos e o terceiro com mais diagnósticos positivos, atrás da Índia e Estados Unidos, respectivamente, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins.

Atualmente, os incrementos brasileiros são os piores no mundo. As mortes representam mais de 35% dos novos registros, mesmo o país representando 2,7% da população mundial.

Vacinação

Enquanto as médias móveis alcançam recordes semana após semana, o ritmo de vacinação tem diminuído nos últimos dias. Com atrasos na importação de ingrediente farmacêutico ativo (IFA) e sem produção autônoma da matéria-prima já incorporada, o país só conseguiu atingir por três dias a meta de um milhão de vacinados ao dia.

Enquanto a previsão inicial para abril era de incorporar aproximadamente 47 milhões de doses, a nova garantia do governo central é de disponibilizar 30,5 milhões ao Programa Nacional de Imunização (PNI). Somente a partir de setembro há projeções para que o país comece a produzir vacinas 100% em território nacional.


Fonte: Correio Braziliense
Bruna Lima, Maria Eduarda Cardim
Blog SNP, 12/04/2021




Em áudio gravado por Kajuru, Bolsonaro xinga e ameaça agredir senador Randolfe Rodrigues

Ameaça foi feita durante conversa em que Bolsonaro pede a Kajuru inclusão de governadores e prefeitos na CPI da pandemia e abertura de processo de impeachment contra ministros do STF.



O senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) divulgou nesta segunda-feira (12/04) um novo trecho do áudio de uma conversa com o presidente Jair Bolsonaro sobre a CPI da Pandemia. No novo trecho, Bolsonaro xinga o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e ameaça agredi-lo.

Randolfe foi autor do requerimento para instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) a fim de apurar eventuais omissões do governo federal no combate à pandemia da Covid-19.

Em uma rede social, Randolfe afirmou que não se intimidará com a ameaça de Bolsonaro e que a "violência costuma ser uma saída para os covardes que têm muito a esconder".

Kajuru divulgou no domingo, nas redes sociais, um primeiro trecho da conversa que teve por telefone com Bolsonaro, que foi gravada pelo senador. Kajuru afirmou que avisou Bolsonaro sobre a gravação antes de divulgar o áudio do telefonema. Segundo ele, o presidente não se opôs.

Nesta segunda, durante entrevista à Rádio Bandeirantes, ele reproduziu mais uma parte do diálogo, na qual diz que não participará da CPI caso a apuração seja “revanchista”. Bolsonaro, então, falou:

"Mas se você não participa, daí a canalhada lá do Randolfe Rodrigues vai participar. E vai começar a encher o saco. Daí, vou ter que sair na porrada com um bosta desse".

Decisão de Barroso

Na semana passada, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o Senado instale a CPI. Desde então, Bolsonaro e aliados trabalham para que a comissão apure também a atuação de governadores e prefeitos na pandemia.

Kajuru é favorável a incluir prefeitos e governadores entre os alvos da CPI - já tramita um requerimento no Senado nesse sentido.

No trecho da ligação divulgado no domingo, Bolsonaro cobrou do senador que a CPI só vai investigar o governo federal e disse temer que o relatório da comissão seja – nas palavras do presidente – "sacana".

Na conversa, Bolsonaro pressionou Kajuru a fazer pedidos de impeachment de ministros do STF.


Por Guilherme Mazui, G1 — Brasília
Blog SNP, 12/04/2021




DEPUTADO FEDERAL CARLOS VERAS EM VISITA PELO SERTÃO DE PERNAMBUCO

Imagens: assessoria
de Carlos Veras

O deputado federal Carlos Veras (PT) voltou a se reunir com lideranças da região. Em Petrolândia teve uma reunião na casa do presidente do partido na cidade, Daniel Filho.

O presidente do conselho de meio ambiente, George Novaes, também participou trazendo demandas, como poços artesianos para áreas de assentamento,  ao deputado.

Poços artesianos, projetos e emendas para os assentamentos foram compromissos assumidos pelo parlamentar.

Por telefone o deputado conversou com dona Elita, importante liderança do município, primeira vereadora do PT na cidade, que falou das dificuldades enfrentadas no projeto Miguel Arraes. Numa próxima vinda o deputado se comprometeu em conhecer pessoalmente dona Elita e o projeto.

O deputado falou da Lei Aldir Blanc, projeto em que ele foi coautor. O projeto que, só em Petrolândia contemplou 39 artistas, teve recurso garantido para uma segunda edição. O deputado compreende sua importância de permanecer para além da pandemia.

Citou ainda a dificuldade da vacinação contra a covid-19 devido a falta de planejamento do Governo federal.

ELEIÇÕES

Sobre as eleições o deputado falou da importância de Lula ter recuperado seus direitos políticos para a organização da oposição e a coalizão que o PT precisará fazer para derrotar o bolsonarismo. Candidaturas próprias a Governo do Estado deverão ser evitadas devendo optar por alianças que garantam a composição de uma ampla bancada legislativa do campo progressista. Segundo o deputado, por falta dessa composição, reformas que prejudicaram a vida das trabalhadoras e trabalhadores passaram.

Carlos Veras e Daniel Filho 

Fonte/Fotos: Blog Gota d'Água
12/04/2021




AURINÉZIO CONTRUÇÕES - Bairro Nova Esperança, Petrolândia - PE

 





Prazo para contestar auxílio emergencial negado termina hoje

Pedidos devem ser feitos na página da Dataprev na internet

Auxílio emergencial - Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil


Acaba hoje (12/04) o prazo para o trabalhador que teve a nova rodada do auxílio emergencial negada contestar a decisão. Os pedidos devem ser feitos no Portal de Consultas da Dataprev, que fornece a relação de quem teve o benefício liberado em 2021.

A contestação, no entanto, não pode ser feita por qualquer beneficiário. Só pode pedir a reativação do benefício quem recebia o auxílio emergencial de R$ 600 ou a extensão de R$ 300 em dezembro do ano passado. O prazo para novos pedidos de benefícios acabou em 3 de julho do ano passado e não foi reaberto para a nova rodada.

O pedido de contestação pode ser feito após o trabalhador fazer a consulta no site da Dataprev, estatal que cadastra os dados dos beneficiários, e constatar que teve o benefício cancelado. Caso o resultado dê “inelegível”, a própria página oferecerá a opção de “contestar”, bastando o trabalhador clicar no botão correspondente.

O sistema aceitará somente pedidos considerados passíveis de contestação, que permitem a atualização das bases de dados da Dataprev, como data de nascimento errada, CPF não identificado e informações incorretas sobre vínculos empregatícios e recebimento de outros benefícios sociais e trabalhistas. O prazo de contestação começou no dia 2 e seguirá por dez dias corridos, até esta segunda-feira. 

Reavaliação

O Ministério da Cidadania também esclarece que, mesmo após o recebimento da primeira parcela, o auxílio emergencial pode ser cancelado. O governo fará um pente fino constante para verificar eventuais inconsistências ou irregularidades no pagamento do benefício.

Caso o pagamento seja cancelado, o beneficiário também poderá contestar a decisão no site da Dataprev. Também é possível reverter o cancelamento por meio de decisão judicial ou de processamentos de ofício realizados pelo Ministério da Cidadania.

A Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício, a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma família para ter acesso ao auxílio.


Por Agência Brasil, 12/04/21
Wellton Máximo – Repórter da AB
Edição: Maria Claudia




domingo, 11 de abril de 2021

Pacheco e Queiroga se reúnem para discutir medidas de enfrentamento à pandemia

Em encontro, autoridades destacaram importância de colaboração entre Congresso e Ministério da Saúde

Foto Reprodução

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), reuniu-se com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, neste sábado (10/04), para discutir medidas de enfrentamento à pandemia de Covid-19. No encontro, eles abordaram a ampliação do cronograma de vacinas e a importância em focar nas soluções para conter a crise. 

O senador Confúcio Moura (MDB-RO), presidente da comissão temporária criada para acompanhar as ações contra a Covid-19, também participou da reunião, realizada na residência oficial onde vive o presidente do Senado. 

Segundo Pacheco, a prioridade é ajustar o cronograma de enfrentamento e antecipar a entrega de vacinas para a população brasileira. 

"Tratei a respeito daquilo que mais importa neste momento, o cronograma de enfrentamento à pandemia, o cronograma de vacinas e a possibilidade de antecipação de fornecimentos para alcançarmos o máximo possível a população brasileira com as vacinas que tanto nos interessa", disse Pacheco.

Medidas como a compra de oxigênio, de medicamentos e a produção animal de vacinas para converter em doses contra a Covid-19 também foram abordadas no encontro das autoridades.

"A produção animal de vacinas, que podem ser convertidos seus parques industriais para a vacina do coronavírus, uma possibilidade concreta trabalhada pelo Ministério da Saúde, tratamos a respeito das patentes, de ouvir a posição do Ministério da Saúde em relação à um projeto que tramita no Senado Federal, além dos temas que mais nos afligem nesse momento, a quantidade de insumos de sedação, as medicações para atendimento às pessoas, o oxigênio que precisa chegar aos hospitais onde estão internadas as pessoas com coronavírus," afirmou Pacheco.

O encontro, segundo Pacheco, ressaltou a importância em manter o foco e a colaboração entre o Congresso e o Senado.

"Esse cronograma de trabalho de maneira coordenada, inteligente e colaborativa entre o Congresso e o Ministério da Saúde é o que nos fará sair deste momento crítico que a gente está vivendo. É muito importante nós não perdermos o foco, nós mantermos a união, a pacificação, o diálogo permanente, com soluções efetivas para o problema maior dos brasileiros, que é a pandemia".  


Por CNN Brasil, em 10/04/2021
Blog SNP, 11/04/2021






Nunes Marques consegue anular solturas de empresários expedidas por Gilmar Mendes

Ministros Kassio Nunes Marques e Gilmar Mendes apresentaram posicionamentos divergentes sobre a liberação de cultos e missas| 
Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF/Arquivo


A Segunda Turma do STF reverteu nesta semana decisões do ministro Gilmar Mendes ao anular a soltura de três empresários presos por decisão do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal do Rio de Janeiro. Segundo informou a CNN, após a votação de Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski a favor da manutenção da soltura, o ministro Kassio Nunes Marques abriu divergência e foi seguido por Carmen Lúcia e Edson Fachin. A decisão anula a soltura de Arthur Pinheiro Machado, Josemar Pereira e Luiz Arthur Andrade Correia, investigados em processos separados. Também nesta semana, Nunes Marques e Gilmar Mendes já haviam apresentado posicionamentos divergentes no julgamento sobre cultos religiosos durante a pandemia.


Fonte: Gazeta do Povo, em 10/04/20212
Blog SNP, 11/04/2021




Decreto que amplia acesso a armas de fogo entra em vigor na próxima semana

Esta semana, 11 ex-ministros da Justiça de vários governos divulgaram “Carta aberta pelo controle de armas”. Na sexta (16/04), STF começa a julgar decretos de Bolsonaro

O extremista de direita Jair Bolsonaro cumpre promessa de campanha de armar a população

São Paulo – Na próxima terça-feira (13/04) entra em vigor, em território nacional, as novas normas decretadas pelo presidente Jair Bolsonaro que facilitam o acesso a armas de fogo no país. Quatro decretos de 2019 foram alterados em fevereiro de 2021 para “desburocratizar procedimentos” relativos ao tema. A regulamentação amplia a posse de quatro para seis armas por pessoa. Mas juízes e policiais terão permissão de comprar duas armas a mais, de uso restrito. Caçadores registrados poderão comprar até 30 armas e atiradores, até 60. Os decretos permitem o aumento da quantidade de recargas de cartucho de calibre restrito por desportistas de mil para 2 mil por ano.

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou na quarta-feira (07/04), para o plenário virtual, ações de quatro partidos de oposição (Rede, PT, PSOL e PSB) contra os decretos. Rosa é relatora dos processos. O julgamento das Ações Diretas de Inconstitucionalidade 6675, 6676, 6677 e 6680 está previsto para ser iniciado na próxima sexta-feira (16/04).

Na quinta, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), retirou da pauta um Projeto de Decreto Legislativo que propunha cassar os textos de Bolsonaro. Pacheco atendeu solicitação do relator, senador Marcos Do Val (Cidadania-ES). No Twitter, Humberto Costa (PT-PE) classificou o argumento do relator– que afirmou não ter tido tempo de fazer o relatório – como “manobra”. Assim, as novas normas desburocratizantes já entrarão em vigor “para alegria de muitos milicianos”, escreveu o petista. À RBA, ele lembra que Marcos Do Val é “atirador profissional”.

A menos que surja uma medida liminar, o julgamento do STF ocorre tardiamente. Isso porque, mesmo que o tribunal venha a declarar os decretos inconstitucionais na próxima sexta, eles estarão em vigor durante toda a semana que vem, o que permitirá que o mercado e os compradores de armas e munições se mobilizem nos próximos dias. “Parece que o STF vai ser contra os decretos. O problema é que terça-feira começa a vigorar e esses caras já devem ter encomendado armas de todo tipo, calibre e tamanho. Um dia que vigore, vão fazer a festa com a compra de armas”, observa o senador.

Carta aberta de 11 ex-ministros

Na quarta-feira, 11 ex-ministros da Justiça de vários governos divulgaram “Carta aberta pelo controle de armas” pedindo medidas ao STF e o Congresso Nacional. No documento, os signatários alertam “para os riscos do conjunto normativo apresentado pelo presidente da República para flexibilizar o acesso a armas e munições e reduzir o controle estatal sobre esses arsenais”.

“Armar a população não é o caminho para um país mais seguro e menos desigual, tampouco para o fortalecimento de nossa democracia. Que se determine a ilegalidade desses decretos e que sejam revogados”, diz a carta. 

Segundo dados da Polícia Federal e do Exército, de 2018 a 2020 houve um aumento de 65% no acervo de armas de fogo registradas nas mãos de civis no Brasil. Segundo os ex-ministros, “diante do luto das mais de 330 mil mortes em razão da pandemia, é preciso que a garantia ao direito à vida e à segurança da população seja a prioridade máxima da ação dos Poderes da República”.

Assinam o documento os ex-ministros da Justiça Aloysio Nunes Ferreira, Eugênio Aragão, José Carlos Dias, José Eduardo Cardozo, José Gregori, Miguel Reale Jr., Milton Seligman, Raul Jungmann, Tarso Genro e Torquato Jardim.



Por Rede Brasil Atual (RBA), publicada em 09/04/2021
Blog SNP, 11/04/2021





Brasil ultrapassa a marca de 350 mil mortes pela covid-19

País registrou 2.616 óbitos nas últimas 24 horas, com 71.832 novos casos

Vinícius Quintão/FMUSP

"Mais de 40 milhões de pessoas estão vulneráveis e desempregadas. Elas têm que ir para a rua atrás de alguma oportunidade que o governo não fornece", aponta o infectologista Marcos Caseiro

São Paulo – O Brasil registrou nas últimas 24 horas 2.616 óbitos pela covid-19 , com o acúmulo de 71.832 novos casos. Desde o início da pandemia, são 351.334 óbitos em função do novo coronavírus, com 13.445.006 contaminações registradas oficialmente. Os dados são fornecidos pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde, o Conass.

O dia 10 de abril fecha a pior semana epidemiológica da pandemia de covid-19 no Brasil, com 21.141 mortos. A média móvel dos últimos sete dias voltou a subir, ultrapassando mais uma vez a marca de 3 mil óbitos, chegando a 3.020.

Agora, jovens com covid-19 são maioria em UTI

Números da plataforma UTIs Brasileiras, da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib), mostram que pela primeira vez desde o início da pandemia de covid-19 as pessoas com menos de 40 anos são a maioria dos internados em unidades de terapia intensiva (UTI). Houve um aumento expressivo no número de pacientes graves com necessidade de ventilação mecânica sem nenhuma comorbidade.

Em março, 52,2% das internações em UTI no país foram de pessoas com até 40 anos e o percentual de pacientes que precisou de ventilação mecânica chegou a 58,1% do total. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Segundo a pesquisa da Amib, antes de os jovens serem a maioria dos internados em UTI em março, no período compreendido entre dezembro de 2020 e fevereiro de 2021 o segmento de pessoas com menos de 40 anos correspondia a 44,5% do total em UTI.

Dados da pandemia

A RBA utiliza informações fornecidas pelas secretarias estaduais, por meio do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde, que, eventualmente, podem divergir do informado pelo consórcio da mídia comercial. Isso acontece por conta do horário em que os dados são repassados pelos estados aos veículos. As divergências são ajustadas após a atualização dos dados.


Por Rede Brasil Atual (RBA), publicada em 10/04/2021
Blog SNP, 11/04/2021








Mudanças no Código de Trânsito começam a valer neste mês

Alterações nas regras de trânsito entram em vigor no dia 12 (Foto: Portal Infonet

Entram em vigor no dia 12 de abril as alterações promovidas no Código Brasileiro de Trânsito. As mudanças foram sancionadas pelo presidente Jair Bolsonaro em outubro do ano passado, quando ficou definido que a vigência passaria a ocorrer 180 dias após a sanção.

A partir de agora, os motoristas devem ficar atentos aos novos prazos de renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), ao número de pontos que podem gerar a suspensão de dirigir e à punição de quem causar uma morte ao conduzir o veículo após ter ingerido bebida alcoólica ou ter usado drogas.

Os exames de aptidão física e mental para renovação da CNH não serão mais realizados a cada cinco anos. A partir de agora, a validade será de dez anos para motoristas com idade inferior a 50 anos; cinco anos para motoristas com idade igual ou superior a 50 anos e inferior a 70 e três anos para motoristas com idade igual ou superior a 70 anos.

Haverá mudanças também na quantidade de pontos que podem levar à suspensão da carteira. Atualmente, o motorista que atinge 20 pontos durante o período de 12 meses pode ter a carteira suspensa. Agora, a suspensão ocorrerá de forma escalonada. O condutor terá a habilitação suspensa com 20 pontos (se tiver duas ou mais infrações gravíssimas na carteira); 30 pontos (uma infração gravíssima na pontuação); 40 pontos (nenhuma infração gravíssima na pontuação).

As novas regras proíbem que condutores condenados por homicídio culposo ou lesão corporal sob efeito de álcool ou outro psicoativo tenham pena de prisão convertida em alternativas.

Cadeirinhas

O uso de cadeirinhas no banco traseiro passa a ser obrigatório para crianças com idade inferior a dez anos que não tenham atingido 1,45 m de altura. Pela regra antiga, somente a idade da criança era levada em conta.

Recall

Nos casos de chamamentos pelas montadoras para correção de defeitos em veículos (recall), o automóvel somente será licenciado após a comprovação de que houve atendimento das campanhas de reparo.


Por Agência Brasil
Via Infornet (Sergipe), 11/04/2021


BAIRRO NOVA ESPERANÇA 

PETROLÂNDIA - PE

Moraes classifica como “grosseiro” ataque de Bolsonaro ao STF

Alexandre de Moraes, ministro do STF| Foto: Humberto Pradera/MJC


O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou neste sábado (10/04) que a decisão individual do colega de Corte Luís Roberto Barroso, que mandou o Senado Federal abrir a CPI da Covid para investigar a gestão da pandemia pelo governo federal, foi tomada por "obrigação". Moraes também repreendeu os ataques ao colega, dirigidos por apoiadores do governo e pelo próprio presidente Jair Bolsonaro, que acusou Barroso de "militância política" e "politicalha".

"Decisões judiciais nós podemos discordar, criticar acidamente, recorrer. Agora uma decisão judicial fundamentada, pública, transparente, não cria o direito de ninguém ofender da forma que se ofendeu o ministro Luís Roberto Barroso", disse Moraes. "Lamentáveis as agressões, que acabaram se multiplicando por fanáticos milicianos digitais", acrescentou.

Enquanto Barroso tem evitado dar declarações públicas sobre o assunto, o Supremo Tribunal Federal divulgou na sexta-feira (09/04) uma nota institucional para defender a legalidade da decisão. Moraes disse que todos os integrantes do tribunal foram consultados sobre o texto e sublinhou que as relações harmônicas entre os Poderes exigem respeito.

"É lamentável a forma e o conteúdo das ofensas pessoais que foram dirigidas ao ministro Luís Roberto Barroso. É um conteúdo falso, absolutamente equivocado, mas a forma também, a forma grosseira, a forma descabida de relacionamento entre os Poderes" criticou. "Quem quer respeito deve respeitar também. O Supremo Tribunal Federal respeita o Poder Executivo, respeita o Poder Legislativo, e exige respeito de ambos."


Fonte: Gazeta do Povo
11/04/2021




sábado, 10 de abril de 2021

Corpo encontrado na área rural de Petrolândia - PE foi identificado, é do senhor Ezir José de Souza (61 anos), desaparecido desde do dia 18/03/2021

Foto Montagem: Alexandre Sertão

Na manhã de quinta-feira (08/04) foi encontrado um "cadáver", do sexo masculino, próximo a Curva do sabão, na Agrovila 01, Bloco 01, Protejo Barreiras, área rural de Petrolândia, no Sertão de Pernambuco. as margens da PE 375, que liga Petrolândia a  Tacaratu. 

A Policia Militar foi acionada, e viaturas da 4ª CIPM foram até o local. E constataram a informação. A partir daquele momento foram tomanadas as providências cabiveis, previsto em lei, e o corpo não identificado, nem tão pouco a causa da morte, foi encaminhado ao IML de Petrolina - PE.

E nesta sexta-feira (09/04), através da digital foi identificado o corpo, no Instituto Médicico Legal de Petrolina, é do senhor Ezir José de Souza, 61 anos de idade, o mesmo era residente do Sítio Brejinho da Serra, área rural de Petrolândia - PE, e estava desaparecido desde do dia 18/03, o senhor Ezir sofria de problemas mentais. 

MAIS INFORMAÇÕES 

Ainda não se sabe o dia da liberação do corpo do senhor Ezir do IML, pois estão sendo tomadas as providências nescessárias. E assim a família terá o lauda da causa e todos os detalhes da morte, e a liberação do mesmo, para velório e sepultamento. 

*A toda família, receba os nossos sentimentos de respeito 


Readação Blog SNP, 10/04/2021
Informações: Família