VENDE-SE UMA CHÁCARA (Petrolândia - PE)

VENDE-SE UMA CHÁCARA (Petrolândia - PE)
CLICK NA IMAGEM E VEJA TODOS OS DETALHES


AGÊNCIA ATIVOS

Farmácia Esperança - BNE (Petrolândia - PE)

Farmácia Esperança - BNE (Petrolândia - PE)

ELETROLÉO

ELETROLÉO

Aurinézio

Aurinézio

CLICK NA IMAGEM E VEJA DETALHES

sexta-feira, 3 de junho de 2022

Brasil notifica quase 42 mil casos de covid em 24h pelo 2º dia seguido

 É o maior patamar alcançado desde 25 de março. No total, são 31.099.823 casos da doença.

© Andre Borges/NurPhoto via Getty Images

O Brasil notificou 41.714 novos casos de covid entre as 20 horas desta quarta-feira, 01.06, e o mesmo horário desta quinta-feira, 2. A média móvel de testes positivos, dos últimos 7 dias, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, é de 32.983. É o maior patamar alcançado desde 25 de março. No total, são 31.099.823 casos da doença.

Boletim InfoGripe Fiocruz, divulgado ontem, aponta tendência de alta de novos casos da enfermidade pela terceira semana consecutiva. Conforme os dados apresentados, a covid-19 já corresponde a 59,6% dos casos de Síndrome Respiratória Aguda (SRAG) com identificação viral nas últimas quatro semanas (de 1 a 28 de maio), o que representa um aumento dos casos neste ano. Entre 20 de março e 16 de abril, período com o menor porcentual, a covid correspondia a 34,1%.

Em relação às vítimas da doença, o País registrou 130 novas mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas. A média móvel de vítimas está em 104. Há nove dias o patamar permanece superior a uma centena, mas com estabilidade.

Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h.

O Estado de São Paulo reportou 84 mortes por coronavírus nesta quinta, o maior número de vítimas pela doença nas últimas 24 horas entre as unidades da federação. Conforme o consórcio, 15 Estados não contabilizaram mortos, enquanto o Acre, Piauí e Rondônia não informaram os dados atualizados da pandemia.

Fonte: Estadão 
Via: Noticias ao Minuto, 03.06.22



Nenhum comentário:

Postar um comentário