VENDE-SE UMA CHÁCARA (Petrolândia - PE)

VENDE-SE UMA CHÁCARA (Petrolândia - PE)
CLICK NA IMAGEM E VEJA TODOS OS DETALHES


AGÊNCIA ATIVOS

Farmácia Esperança - BNE (Petrolândia - PE)

Farmácia Esperança - BNE (Petrolândia - PE)

ELETROLÉO

ELETROLÉO

Aurinézio

Aurinézio

CLICK NA IMAGEM E VEJA DETALHES

quarta-feira, 13 de abril de 2022

SAÚDE NEWS: Três exercícios para o cérebro que previnem risco de doença de Alzheimer

Exercite os neurônios...

© iStock

De acordo com dados apresentados na Alzheimer’s Association International Conference, a tendência mundial é que casos de demência, sobretudo de Alzheimer, continuem subindo vertiginosamente nas próximas décadas.

Estimando-se que os casos de demência tripliquem até 2050. Como tal, é importante determinar estratégias para manter a saúde do cérebro, logo na juventude, explica um artigo publicado no site Nova Mulher. 

Os neurocientistas concordam que a menor capacidade cognitiva e o risco de demência são impactados por fatores de riscos distintos modificáveis, como ingerir uma alimentação saudável ou ter uma rede de amigos ou familiares próxima. Ou seja, até certo ponto a doença neurodegenerativa do cérebro pode ser prevenida.

"Há motivos para ser otimista, porque há coisas que pode fazer, como hábitos que pode adotar, para manter o funcionamento do seu cérebro e se proteger do risco de demência", conta o neurocientista cognitivo Christian Jarrett, numa entrevista à revista Science Focus.

Veja três hábitos que ajudam a manter a saúde do cérebro:

Construa uma reserva cognitiva

De modo a manter o ótimo funcionamento do cérebro há que edificar uma reserva cognitiva (RC) sólida.

"É um conceito proposto para explicar a discrepância observada entre o grau de lesão cerebral ou patologia e suas manifestações clínicas", explicam investigadores da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em declarações à revista Psicologia.

A partir da reserva cognitiva: "algumas pessoas compensam melhor do que outras a degeneração causada pela idade ou doença neurológica", dizem. 

Para aumentar esta reserva, é fundamental exercitar o cérebro - o que pode ser feito colocando em prática as seguintes atividades:

- Ler;
- Tocar instrumentos musicais;
- Fazer 'puzzles';
- Aprender uma língua nova;
- Viajar e conhecer culturas diferentes.

Tenha amigos

É importante manter uma rede próxima de contatos e socializar com amigos e familiares, ao longo da vida.

Uma pesquisa da Universidade de Groningen, na Holanda, destaca que "pessoas com menor nível de participação social, contato social menos frequente e mais sentimentos de solidão têm um risco aumentado de desenvolver demência". Os especialistas apontam que conversar e participar em projetos é benéfico para o cérebro e potencializa a saúde mental.

Pratique exercício físico

De modo a funcionar eficientemente, o cérebro depende de oxigênio e de múltiplos nutrientes e esta demanda está diretamente associada ao excelente funcionamento do sistema circulatório, em particular do coração.

"Um estilo de vida sedentário e a obesidade estão ligados a um declínio cognitivo mais rápido e ao aumento do risco de demência", explica o neurocientista Christian Jarrett

Caminhar, nadar, correr, pedalar, jogar futebol ou ir ao ginásio - são atividades que podem estimular a sua saúde mental e física como um todo!

por Notícias ao Minuto
Blog SNP, 13.04.2022

Nenhum comentário:

Postar um comentário