Pesquisar este blog

CLICK NA IMAGEM E VEJA COMO VOCÊ PODE CONCORRER AOS SORTEIOS DE SETEMBRO

Casa da Marmita, Bar, Restaurante e Delivery

Casa da Marmita, Bar, Restaurante e Delivery
Contato: 87 9 96414424

AGÊNCIA ATIVOS

VIDRAÇARIA TICO VIDROS, em Petrolândia - PE

VIDRAÇARIA TICO VIDROS, em Petrolândia - PE

FARMÁCIA ESPERANÇA

FARMÁCIA ESPERANÇA


segunda-feira, 23 de agosto de 2021

Após divergência, governadores decidem pedir reunião com Bolsonaro

Chefes de Executivo estaduais também querem se reunir com chefes de outros Poderes, entre eles, do Judiciário

Fórum de Governadores

A reunião do Fórum de Governadores, na manhã desta segunda-feira (23/08), foi marcada por divergências sobre como reagir aos recentes arroubos autoritários do presidente Jair Bolsonaro.

Parte dos chefes do Executivos estaduais defendeu que o grupo deveria apenas emitir uma carta ou nota pública rebatendo ações e cobrando mudanças do chefe do Palácio do Planalto.

Outros governadores, como Ronaldo Caiado (DEM), de Goiás, e Flávio Dino (PSB), do Maranhão, defenderam que era preciso ir além e sugeriram que eles pedissem uma reunião com Bolsonaro.

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), por sua vez, propôs que o grupo solicitasse reuniões com Bolsonaro, chefes de outros Poderes e comandantes das Forças Armadas.

Ao fim, prevaleceu a ideia de solicitar encontros com Bolsonaro e chefes de outros poderes, entre eles, o Judiciário. Não deve haver nota pública rebatendo o presidente da República.

“Armadilha”

No geral, governadores relataram preocupação de estarem “caindo em uma armadilha” de serem pautados pela crise provocada por Bolsonaro, enquanto a gestão federal “passa a boiada”.

A reunião aconteceu no Palácio do Buriti, sede do governo do Distrito Federal, e ocorreu de forma mista: alguns governadores compareceram presencialmente e outros participam de maneira virtual.


FONTE: Metrópoles
Por Igor Gadelha, 23/08/2021


Nenhum comentário:

Postar um comentário