PONTO DO BEM

PONTO DO BEM

Bairro Nova Esperança - PETROLÂNDIA -PE

Bairro Nova Esperança - PETROLÂNDIA -PE
AURINÉZIO CONSTRUÇÕES

Avenida Auspício Valgueiro Barros - Petrolândia - PE

Avenida Auspício Valgueiro Barros - Petrolândia - PE
M&S CRIAÇÕES - CLICK NA IMAGEM

PENSAMENTOS QUE ENOBRECEM

PENSAMENTOS QUE ENOBRECEM
PENSAMENTO 02

Avenida Auspício Valgueiro Barros - Petrolândia - PE

Avenida Auspício Valgueiro Barros - Petrolândia - PE
FRANCK ELETRO - Click na imagem e veja nossas ofertas

quarta-feira, 15 de abril de 2020

Auxiliar de Mandetta, secretário de Vigilância em Saúde pede demissão

Wanderson de Oliveira pediu para deixar o cargo na manhã desta quarta-feira (15/04) em meio à pandemia do novo coronavírus

Por Correio Braziliense
Blog SNP, 15/04/2020 

(foto: Divulgação/Governo Federal)

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, pediu demissão na manhã desta quarta-feira (15/04) em meio à crise gerada pela pandemia do novo coronavírus. Ele era um dos principais auxiliares do ministro Luiz Henrique Mandetta, e estava sempre presente nas entrevistas coletivas que falavam sobre a evolução do vírus no Brasil e no mundo. 

As discordâncias entre Mandetta e o presidente da República, Jair Bolsonaro, quanto à forma de agir perante à disseminação do vírus no país tornou a relação entre os dois cada vez mais difícil. Na última segunda-feira (06/04), as informações de que ele seria demitido foram divulgadas inicialmente pelo jornal O Globo e pairou sobre Brasília. Ao fim do dia, Mandetta deu uma entrevista coletiva dizendo que ficaria no cargo e repetindo a frase de que "um médico não abandona o paciente". Na ocasião, ele afirmou que outros servidores da pasta chegaram a limpar gavetas, inclusive a sua própria, dizendo que se saísse, os auxiliares iriam com ele. 

O principal ponto de divergência é que Bolsonaro é favorável a medidas menos restritivas de isolamento e é da tese que devem ficar de quarentena apenas pessoas do grupo de risco, como idosos e doentes crônicos. O ministro, por outro lado, manteve o discurso de que seguirá a linha da ciência, as orientações da Organização Mundial da Saúde, pedindo sempre para que as pessoas ficassem em casa. 



CLICK NA IMAGEM E VEJA MAIS DETALHES 


Nenhum comentário:

Postar um comentário