PONTO DO BEM

PONTO DO BEM

PAULINELLY CHALÉS

PAULINELLY CHALÉS
CLICK NA IMAGEM E VEJA DETALHES

AURINÉZIO CONSTRUÇÕES

AURINÉZIO CONSTRUÇÕES
BAIRRO NOVA ESPERANÇA, Avenida Padre Cícero, nº 90

CONHEÇA A M&S CRIAÇÕES em Petrolândia

CONHEÇA A M&S CRIAÇÕES em Petrolândia
CLICK NA IMAGEM

domingo, 23 de fevereiro de 2020

Americano morre ao se lançar em um foguete caseiro

"Mad" Mike Hughes era acompanhado por uma equipe do canal Science Channel e morreu ao cair de uma altura de mais de 1,5 km.

Por G1
23/02/2020

Americano morre ao se lançar em um foguete caseiro


Um americano de 64 anos morreu no sábado (22/02) após o lançamento mal-sucedido de um foguete que ele mesmo fabricou no quintal da sua casa, na Califórnia, EUA, informou o canal de televisão Science Channel.



"Mad" Mike Hughes era conhecido por declarações polêmicas e por tentar "provar", com seu foguete, que a Terra é plana. O inventor foi projetado a uma altura de mais de 1,5 km, mas o para-quedas de segurança falhou.

Em um comunicado, a emissora, que pertence ao grupo Discovery Channel, disse que Huges "morreu tragicamente durante a tentativa de lançamento do foguete que ele mesmo havia fabricado", afirmou a emissora.

"Nossos pensamentos e orações estão com a família e amigos durante este momento difícil", completou o canal em sua conta no Twitter.

Foguete amador

Hughes, conhecido como "Mad Mike", havia construído em seu jardim, com a ajuda de um amigo, um foguete movido a vapor. Ele recebeu patrocínio de várias marcas para fabricar a nave.

Ele declarou à imprensa que pretendia subir 1,5 km acima do nível do mar para demonstrar que a Terra não é redonda, e sim que "tem a forma de um disco voador".


Imagens do lançamento, ao qual compareceram muitas testemunhas em uma área de deserto próxima à residência de Hughes, em Barstow, 180 km ao nordeste de Los Angeles, foram divulgadas nas redes sociais.

Nas imagens é possível observar como um paraquedas surge do foguete alguns segundos após a decolagem, então a nave muda imediatamente de rumo e cai algumas centenas de metros adiante.

"Este lançamento sempre foi um sonho e o Science Channel estava lá para contar a história", afirmou o canal americano, que filmava o evento para uma nova série com o título "Astronautas amadores".


Nenhum comentário:

Postar um comentário