PAULINELLY CHALÉS

PAULINELLY CHALÉS
CLICK NA IMAGEM E VEJA DETALHES

AURINÉZIO CONSTRUÇÕES

AURINÉZIO CONSTRUÇÕES
BAIRRO NOVA ESPERANÇA, Avenida Padre Cícero, nº 90

PONTO DO BEM

PONTO DO BEM
PETROLÂNDIA-PE

CLICK NA IMAGEM

CLICK NA IMAGEM
ACESSE .... CONTRIBUA... COMPARTILHE

quarta-feira, 25 de dezembro de 2019

Investigação analisa se vazamento causou deslizamento de barreira que matou sete e feriu três

Inquérito policial foi aberto para apurar caso. Moradores dizem que dois canos da Compesa estouraram. Tragédia ocorreu em Dois Unidos, na Zona Norte do Recife, em dia sem chuva.

Por Pedro Alves, G1 PE
24/12/2019 16h36 


Desabamento aconteceu na Zona Norte do Recife, nesta terça-feira (24) — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Polícia e governo investigam se vazamento de tubulação causou deslizamento que matou sete

Um inquérito policial foi aberto para investigar as causas do deslizamento de uma barreira, nesta terça-feira (24/12), que atingiu duas casas e deixou sete mortos e três feridos, no bairro de Dois Unidos, na Zona Norte do Recife. Moradores denunciaram que havia um vazamento em uma tubulação da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) na área. O governo estadual não descartou a possibilidade (veja vídeo acima).

"Foi um acidente atípico. Não temos histórico de acidentes desse porte em períodos que não são chuvosos", afirmou secretária estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista.

Veja quem são as vítimas

'Barreira já desmoronou uma vez nessa casa', diz sobrevivente
A Defesa Civil do Recife informou que uma das casas atingidas, onde morreram três pessoas, foi interditada. Além disso, famílias de outras cinco residências próximas foram orientadas a deixar os imóveis. O governo também analisa oferecer assistência social e financeira aos afetados.





Equipes de perícia do Instituto de Criminalística foram enviadas ao local da tragédia. A gerente-geral de Polícia Científica, Sandra Santos, informou que um equipe de Engenharia Legal ficou responsável por levantar as causas do deslizamento e que o prazo de conclusão do laudo é de 30 dias.

Fernandha Batista é secretária estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos — Foto: Pedro Alves/G1

A secretária estadual de Recursos Hídricos afirmou que um monitoramento constante é feito com lideranças comunitárias para verificar possíveis vazamentos, mas que não havia registro de incidentes do tipo. Entretanto, moradores disseram que dois canos estouraram na localidade.

"Não houve nenhum registro, nos últimos 30 dias, de algum chamado tratando da ocorrência de vazamento. Não descartamos a possibilidade de haver, mesmo sem registro, mas isso tudo vai ser identificado através da elaboração do laudo que vai ser iniciado hoje", afirmou a secretária (veja vídeo abaixo).

Polícia Civil abre inquérito sobre deslizamento no Recife

Fernandha Batista afirmou, ainda, que além de investigações visuais, peritos realizam ensaios e análises geotécnicas e hidráulica, do funcionamento das adutoras e tubulações que passam pela localidade. Assim, o governo busca entender as movimentações de terra e do sistema de abastecimento de água no local do acidente.

Em julho deste ano, outras 12 pessoas morreram soterradas por causa de deslizamentos de barreiras causados pela chuva no Recife, Olinda, Camaragibe e Abreu e Lima.

Desabamento aconteceu na Zona Norte do Recife, nesta terça-feira (24) — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press
Os laudos da tragédia em Dois Unidos, segundo o governo, serão elaborados por profissionais de engenharia civil, como Fernando Jucá e Alexandre Gusmão.

"São dois profissionais renomados em Pernambuco, que têm larga experiência nesse tema de funcionamento da infraestrutura da área de morro do Recife. Nosso objetivo principal é descobrir o que ocasionou o acidente, até porque isso traz toda questão de trabalhos preventivos, que já estão em curso, e outros, complementares, a depender das análises que sejam concluídas", declarou a secretária.

No âmbito da Polícia Civil, o caso fica a cargo da Delegacia do Alto do Pascoal, que atende a área de Dois Unidos. Com as férias do delegado titular, a delegada Lídia Barci é quem dá início às investigações.

O deslizamento

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o deslizamento aconteceu às 2h55 e atingiu duas casas. Entre as vítimas que morreram no local, estão três adultos, uma criança e um bebê. Após mais de oito horas de buscas, foram encontrados os corpos de duas mulheres que estavam desaparecidas, o casal Claudia Bezerra, de 47 anos, e Lia de Oliveira, de 45 anos.

Deslizamento deixa 7 mortos no Recife — Foto: Guilherme Gomes/G1





Nenhum comentário:

Postar um comentário