PONTO DO BEM

PONTO DO BEM
PETROLÂNDIA-PE

COOPERTALSE - ligue (79) 99863-3435

COOPERTALSE - ligue (79) 99863-3435
CLICK NA IMAGEM E VEJA MAIS DETALHES

sábado, 12 de janeiro de 2019

Denúncias de violência contra o idoso aumentam 38,8% em Pernambuco em 2018

De janeiro a novembro de 2018, houve 379 denúncias, 106 a mais que em 2017, segundo o Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência contra a Pessoa Idosa.

Por G1 PE
11/01/2019

Denúncias podem ser feitas ao Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência contra a Pessoa Idosa — Foto: SES/MT

O número de denúncias de violência contra idosos cresceu 38,8%, em Pernambuco, entre os anos de 2017 e 2018. O levantamento foi feito pelo Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência contra a Pessoa Idosa (Ciappi), programa vinculado ao governo do estado.

De janeiro a novembro do ano passado, foram registradas 379 denúncias intrafamiliares de violações dos direitos dos idosos, o que equivale a 106 casos a mais que em 2017. Segundo o secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, o tipo de agressão mais frequente é a negligência, que configura violência intrafamiliar ou doméstica.

As denúncias abrangem falhas nos cuidados do idoso, como abandono, maus-tratos por pessoas com laços de sangue, como pais e filhos, ou unidos de forma civil, como marido e esposa, e ainda genro e sogra.

"Uma questão que nos preocupa é a violência financeira. É quando os benefícios financeiros são objetos de violência dos familiares. Quando se toma cartão, se compromete o rendimento com financiamentos e créditos consignados, por exemplo. O idoso fica impossibilitado de ter seu benefício ou aposentadoria", afirma Pedro Eurico.

Ainda segundo o secretário, a maioria dos atos de violências contra as pessoas idosas é praticada pelas próprias famílias. "Os maus-tratos não ocorrem só na rua, no trânsito e no transporte público, mas nas residências. Às vezes, o idoso fica sem direito sequer a um medicamento, a uma fisioterapia ou mesmo alimentação", diz.

Como denunciar

As denúncias sobre violência, maus-tratos e abandono de idosos podem ser feitas por qualquer pessoa que presenciar os casos. O Ciapp é formado por uma equipe multidisciplinar, que conta com escuta qualificada e humanizada, serviço de orientação psicossocial e jurídica. O órgão fica na Rua Santo Elias, 535, no bairro do Espinheiro, Zona Norte do Recife.

O Ciappi também pode ser acionado por meio do telefone (81) 3182-7649 ou pelo e-mail ciappi2016@gmail.com. "Vizinhos, pessoas da igreja, qualquer pessoa pode procurar o Ciappi. Disponibilizo ainda o telefone do meu gabinete, no número 3182-7605, para quem tiver denúncias. Quem ligar será atendido pela minha equipe", conta Pedro Eurico.



Nenhum comentário:

Postar um comentário