PONTO DO BEM

PONTO DO BEM
PETROLÂNDIA-PE

MIX POINT

MIX POINT
Avenida José Gomes de Avelar, centro de Petrolândia, "O Melhor da Cidade"

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Sete famílias em Petrolândia-PE, terão nesta sexta-feira (21.12) uma posição da Prefeitura Municipal em relação a avaliação de suas casas que foram interditadas por conta do risco de desabamento

Redação do Blog Sertão News
fotos: Alexandre Sertão 




A nossa redação, estivera no local, no qual desde do dia 05 de Dezembro de 2018, 7 famílias em Petrolândia, tiveram suas casas interditadas pelo corpo de Bombeiro local, e pela Prefeitura Municipal, por medida de segurança, pois uma das casas, que tem um primeiro andar, sofreu um grande dano, em consequência das chuvas dos dias 4 e 5 de dezembro. 

O problema começou na chuva do dia 04.12, mas aumentou na noite do dia 05.12, oferecendo grandes risco de desabamento de um prédio. Depois que surgiu uma grande cratera no calçamento e atingiu a estrutura de um prédio, na Avenida Vereador Manoel Pereira de Lima, nº 560, de propriedade do senhor José Manoel de Souza de 73 anos, popularmente conhecido como senhor Zezinho. O qual nos relatou os momentos de tristeza, medo e a vontade de voltar pra casa, aonde ele vive a 29 anos com sua esposa a senhora Maria Eloiz de Souza (67 anos), filhos e netos. 

VEJA O RELATO COM TODOS OS DETALHES.

Vídeo : Alexandre Sertão 




Ele falou que foram momentos de medo, aflições, e pensou por várias vezes que a casa poderia cair. E o seu maior medo era que a água pudesse levar a sua esposa, pois a mesma tem uma perna amputada, e esta acamada a 10 meses, e no momento da chuva ele, seus filhos fizeram de tudo para protege-la, e assim, graças a Deus tiraram a senhora Maria do local.

O senhor Zezinho em um dos momentos de aflições, ouviu alguém de fora, gritando que "a casa estava caindo". Pois o grande volume de água, abriu uma grande cratera no calçamento, e atingiu uma das bases de sua residência.  

A senhora Maria, nos relatou que no momento que iniciou a chuva, ela estava dormindo, e quando foi despertada, "ela ficou com muito medo, e pensou que poderia naquele momento morrer", mas que acreditara em "Deus, que protegeu a sua vida e da sua família".

Ação dos Bombeiros 


Senhor Zezinho nos relatou que ainda durante a chuva o corpo do bombeiro veio até o local, e pediu para que ninguém entrasse mais na casa, e interditou todas as casas ao lado da do senhor Zezinho que são seus filhos e netos, e isolou a área do prédio. E eles passaram o resto na noite nas residências da parte de traz.

Ação da Prefeitura

Pela manhã do dia 06.12, representantes da prefeitura, providenciaram a mudança das setes famílias. Inicialmente foi dado a proposta de ficaram no Ginásio de Esporte, mas a família, achou que era inadequado, então a prefeitura fizera a mudança de todas as famílias para um prédio na quadra 08, no qual, era até o ano passado a Creche Municipal Criança Feliz.

Prédio aonde as famílias estão alojadas 



Prédio aonde estão as famílias

A nossa redação foi até o prédio aonde as 7 famílias (19 pessoas) já estão a 14 dias. E lá conversamos com o senhor Zezinho, a sua esposa, e outros familiares. No prédio funcionou até o ano passado uma creche 

E aos mesmos perguntamos, como está o andamento das providências que estão sendo tomadas por da prefeitura local?

Relato do senhor Zezinho: Já estamos aqui a 13 dias (19.12), a prefeitura fez a nossa mudança, para este local, mas não vemos a hora, de ter a resposta, se terá jeito de voltarmos pra casa. Todos os dias eu vou lá na nossa casa, várias vezes por dia, lá é nossa vida, temos as nossas coisas, os meus bichinhos.

Aqui não está muito bom porquê tem banheiros e pias entupidos, e não é o nosso lugar. Nos deram 15 dias, até o dia 20.12, para nos dá uma resposta, se voltaremos ou não.   




















Nenhum comentário:

Postar um comentário