PONTO DO BEM

PONTO DO BEM
PETROLÂNDIA-PE

MIX POINT

MIX POINT
Avenida José Gomes de Avelar, centro de Petrolândia, "O Melhor da Cidade"

domingo, 16 de setembro de 2018

Na primeira transmissão ao vivo do hospital, Bolsonaro critica o PT e fala em fraude nas eleições

Da cama do quarto no hospital onde está internado, o candidato do PSL à Presidência da República usou o Facebook para fazer transmissão ao vivo.

Por G1, Brasília
16/09/2018 


Jair Bolsonaro durante transmissão ao vivo pela internet — Foto: Reprodução/Facebook

Pela primeira vez após o atentado que sofreu, o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, falou ao vivo neste domingo (16) em transmissão pelo Facebook.

O presidenciável do PSL levou uma facada no abdômen no último dia 6 durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG) e, desde então, só tem postado mensagens e fotos em suas redes. Bolsonaro passou por duas cirurgias e segue internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Na tarde deste domingo, o boletim médico informou que ele segue "estável". Nas redes sociais, o candidato escreveu que teve autorização da equipe médica do hospital para fazer a transmissão ao vivo, que ele começou com voz embargada ao agradecer os apoios que recebeu após o ataque.

Da cama da unidade de terapia semi-intensiva do hospital, Bolsonaro afirmou que a possilidade de perder a eleição "na fraude" para o candidato do PT, Fernando Haddad, é "concreta".

Para o candidato, a possibilidade de fraude está na votação em urna eletrônica. Autor de uma proposta de emenda à Constituição (PEC) aprovada pelo Congresso que prevê a impressão de um recibo do voto, Bolsonaro lamentou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), de junho deste ano, que derrubou o voto impresso. "O PT descobriu o caminho para o poder, o voto eletrônico", afirmou.

Segundo ele, se eleito, Haddad assinará "no mesmo minuto da posse" o indulto para Luiz Inácio Lula da Silva – a quem chamou de "presidiário que está lá em Cuiritiba" – e nomeará o ex-presidente ministro da Casa Civil.
"A grande preocupação não é perder no voto, é perder na fraude. Então, essa possibilidade de fraude no segundo turno, talvez até no primeiro, é concreta", afirmou.
Segundo Bolsonaro, o que está em jogo no momento "é o futuro de todos vocês que estão aí". "Até de você que apoia o PT. Você é um ser humano também. Vejo muito petista mudando de lado", declarou.
Ele disse que espera estar em casa em uma semana "e conversando toda noite durante o horário eleitoral gratuito com vocês".
A Polícia Federal abriu um inquérito para investigar o episódio e deve entregar até o próximo dia 21 o relatório sobre o atentado ao político.

Desde o ataque, Bolsonaro tem movimentado as suas contas nas redes sociais. Mais cedo neste domingo (16), ele criticou, pelo Twitter, o que chamou de propostas de "controle da internet" e "regulação da mídia".



No sábado (15.09), no Twitter de Bolsonaro publicou a primeira foto dele após nova cirurgia, feita na quarta-feira (12), para tratar uma obstrução no intestino delgado. O procedimento durou duas horas e, segundo os médicos, foi bem-sucedido.

A fotografia mostra o candidato deitado em uma maca com os olhos fechados e as pernas cruzadas, e foi publicada com a frase "Deus no comando!", acompanhada da bandeira do Brasil.

Segundo a assessoria de imprensa do candidato, ele estava repousando depois de fazer fisioterapia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário