VENDE-SE UMA CHÁCARA (Petrolândia - PE)

VENDE-SE UMA CHÁCARA (Petrolândia - PE)
CLICK NA IMAGEM E VEJA TODOS OS DETALHES


AGÊNCIA ATIVOS

Farmácia Esperança - BNE (Petrolândia - PE)

Farmácia Esperança - BNE (Petrolândia - PE)

ELETROLÉO

ELETROLÉO

Aurinézio

Aurinézio

CLICK NA IMAGEM E VEJA DETALHES

terça-feira, 31 de maio de 2022

Corpo de Milton Gonçalves é velado no Theatro Municipal do Rio de Janeiro

O ator morreu nesta segunda-feira (30.05), aos 88 anos, no Rio de Janeiro

© AgNews

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O velório do ator Milton Gonçalves, que morreu na segunda-feira (30.05) aos 88 anos em decorrência de problemas de saúde que vinha enfrentando desde que teve um AVC, acontece na manhã desta terça-feira (31.05) no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. 

Alda Gonçalves, filha de Milton, disse em contato com a reportagem que "Depois vamos para Penitência no Caju, onde faremos uma cerimônia ecumênica e a cremação".

Ela ainda agradeceu, em nome da família, o carinho do público com o pai. "Agradecemos ao público que gostava dele o carinho e a força positiva que todo mundo teve com a gente. Que todo mundo tenha a certeza de que ele foi em paz, com muita tranquilidade, ao lado da família. Foi encontrar minha mãe e fazer muita arte lá em cima".


Carreira

Nascido em 9 de dezembro de 1933, em Monte Santo (MG), Milton Gonçalves tem uma longa trajetória como ator e diretor. Antes de iniciar sua carreira artística, porém, foi aprendiz de sapateiro, de alfaiate e de gráfico.

Contratado pela TV Globo em 1965, ele formou o primeiro elenco de atores da emissora, fez mais de 40 novelas é lembrado por personagens marcantes da televisão brasileira, como o Professor Leão do infantil "Vila Sésamo" (1972), o Zelão das Asas, de "O Bem-Amado" (1973), e o médico Percival, de "Pecado Capital" (1975).

Como ator, participou de outras produções, como "Roque Santeiro" (1985), "Tenda dos Milagres" (1985), "As Noivas de Copacabana" (1992), "Agosto" (1993), "Chiquinha Gonzaga" (1999) e mais.

Milton esteve também nas duas versões de "Sinhá Moça": na original (1986) e no remake (2006), pelo qual foi indicado ao Emmy Internacional como melhor ator. Na cerimônia do evento, ele apresentou o prêmio de melhor programa infantil/adolescente ao lado da atriz Susan Sarandon - essa foi a primeira vez que um brasileiro apresentou um Emmy Internacional.

Já como diretor, sua primeira experiência aconteceu na novela "Irmãos Coragem" (1970), de Janete Clair. Ele também dirigiu os primeiros capítulos da novela "Selva de Pedra" (1972) e "Escrava Isaura" (1976), uma das novelas mais vistas no mundo.

Seu último trabalho na TV Globo foi na minissérie "Se eu Fechar os Olhos Agora", de 2019. Milton Gonçalves interpretou o menino Paulo na fase adulta. Atualmente, ele está no ar com a reprise de "A Favorita" no "Vale a Pena Ver de Novo".

Morte de Milton Gonçalves

O ator morreu em decorrência das sequelas que ele enfrentava de um AVC, sofrido em 9 de fevereiro de 2020. À época, o artista tinha 86 anos e sofreu o acidente vascular cerebral isquêmico enquanto participava da feijoada da escola de samba Salgueiro, na Tijuca, Zona Norte do Rio.

Ele foi internado no Hospital Samaritano Barra, no Rio de Janeiro, onde ficou na UTI até 2 de março do mesmo ano.

Em janeiro de 2022, quase dois anos após ter sofrido o AVC, a filha de Milton Gonçalves, Catarina, contou à jornalista Patrícia Kogut, d'O Globo, que o pai ficou traqueostomizado durante todo o tempo que passou no hospital, além de lidar com sequelas na voz e na perna.

O artista estava na TV Globo desde o primeiro ano de atividades da emissora carioca, em 1965.



Nenhum comentário:

Postar um comentário