Pesquisar este blog

CLICK NA IMAGEM E ACESSE O NOSSO CANAL

CLICK NA IMAGEM E ACESSE O NOSSO CANAL
CLICK NA IMAGEM E ACESSE O NOSSO CANAL

MIL GRAUS 1000°, sua loja Moda Praia em Petrolândia, no sertão de Pernambuco

MIL GRAUS 1000°, sua loja Moda Praia em Petrolândia, no sertão de Pernambuco
CLICK NA IMAGEM E TENHA ACESSO AOS DETALHES A LOJA

CLICK NA IMAGEM E VEJA COMO VOCÊ PODE CONCORRER AOS SORTEIOS DE SETEMBRO

Aurinézio

Aurinézio

RC SERVIÇOS TOPOGRÁFICOS

LAR & CIA

LAR & CIA
LAR & CIA + AGÊNCIA ATIVOS (Juntos para o seu bem estar) CLICK NA IMAGEM E VEJA DETALHES

AGÊNCIA ATIVOS - CLICK NA IMAGEM

VIDRAÇARIA TICO VIDROS, em Petrolândia - PE

VIDRAÇARIA TICO VIDROS, em Petrolândia - PE

FARMÁCIA ESPERANÇA

FARMÁCIA ESPERANÇA

ELETROLÉO

ELETROLÉO

terça-feira, 23 de novembro de 2021

Moraes derruba decisão da CPI sobre quebra de sigilo de Bolsonaro

© Adriano Machado / Reuters

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes suspendeu a decisão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia que determinou a quebra do sigilo telemático do presidente Jair Bolsonaro. Moraes deferiu um mandado de segurança apresentado pela Advocacia-Geral da União (AGU) após a aprovação do requerimento da CPI, que ocorreu em outubro. A decisão divulgada hoje (22.11) foi assinada na sexta-feira (19.11). 

“Defiro o pedido liminar para suspender as determinações constantes na aprovação, pela Comissão Parlamentar de Inquérito, do Requerimento 1.587/2021. Dê-se vista dos autos à Procuradoria-Geral da República para oferecimento de parecer, no prazo de 15 dias. Publique-se”, decidiu o ministro. 

Na decisão, Moraes também argumentou que a CPI extrapolou os limites investigatórios. 

“O ato coator acabou por extrapolar os limites constitucionais investigatórios de que dotada a CPI ao aprovar requerimento de quebra e transmissão de sigilo telemático do impetrante, entre outras determinações, sem que tenha apresentado fundamentação a demonstrar sua própria efetividade em relação ao fim almejado pela comissão parlamentar, que já havia encerrado sua investigação, inclusive com a elaboração do relatório final”, concluiu. 

No requerimento, a CPI solicitou ao Google, Facebook e Twitter que forneçam uma série de informações das contas oficiais do presidente, além do pedido de suspensão de acesso às contas.

*Com informações da Agência Brasil

FONTE: Notícias ao Minuto
Blog SNP, 23.11.2021




Nenhum comentário:

Postar um comentário