Pesquisar este blog

CLICK NA IMAGEM E VEJA COMO VOCÊ PODE CONCORRER AOS SORTEIOS DE SETEMBRO

Casa da Marmita, Bar, Restaurante e Delivery

Casa da Marmita, Bar, Restaurante e Delivery
Contato: 87 9 96414424

AGÊNCIA ATIVOS

VIDRAÇARIA TICO VIDROS, em Petrolândia - PE

VIDRAÇARIA TICO VIDROS, em Petrolândia - PE

FARMÁCIA ESPERANÇA

FARMÁCIA ESPERANÇA


quinta-feira, 12 de agosto de 2021

OMS: mundo pode superar 300 milhões de casos da covid-19 no início de 2022

Durante entrevista coletiva, ele lembrou que o mundo bateu a marca dos 200 milhões de casos da doença na semana passada, ressaltando ainda que há uma grande quantidade de casos não reportados pelo mundo

© Reuters

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, alertou nesta quarta-feira (11/08) para o fato de que, no ritmo atual, o mundo pode superar os 300 milhões de casos da covid-19 no início de 2022. Durante entrevista coletiva, ele lembrou que o mundo bateu a marca dos 200 milhões de casos da doença na semana passada, ressaltando ainda que há uma grande quantidade de casos não reportados pelo mundo.

"Nós temos várias vacinas eficazes para a covid-19, e ainda assim os casos e as mortes continuam a aumentar", afirmou Tedros Adhanom. O diretor-geral garantiu que a trajetória de registros da doença pode mudar, a depender de ações como a vacinação e medidas preventivas.

Durante a coletiva, Adhanom também anunciou uma próxima fase de seu estudo Solidariedade, chamada "Solidarity PLUS". Ela testará três medicamentos: o artesunato, usado contra a malária; o imatinib, empregado para enfrentar certos cânceres; e o infliximabe, para problemas no sistema imunológico.

O diretor-geral da OMS afirmou que a primeira etapa do estudo Solidariedade testou quatro medicamentos, com quase 13 mil países em 30 países. "Ele mostrou que os quatro medicamentos tinham pouco ou nenhum efeito nos pacientes hospitalizados", lembrou, sobre os resultados reportados em outubro passado. Segundo ele, resultados finais dessa primeira etapa devem estar disponíveis no próximo mês. Os medicamentos testados e que não mostraram efeito, como a OMS já havia informado no fim do ano passado, foram remdesivir, hidroxicloroquina, lopinavir e Betainterferona 1a.


Por Estadão
Via Notícias ao Minuto, 11/08/2021
Blog SNP, 12/08/2021



Nenhum comentário:

Postar um comentário