Pesquisar este blog

CLICK NA IMAGEM E VEJA COMO VOCÊ PODE CONCORRER AOS SORTEIOS DE SETEMBRO

Casa da Marmita, Bar, Restaurante e Delivery

Casa da Marmita, Bar, Restaurante e Delivery
Contato: 87 9 96414424

Aurinézio

Aurinézio

RC SERVIÇOS TOPOGRÁFICOS

AGÊNCIA ATIVOS

VIDRAÇARIA TICO VIDROS, em Petrolândia - PE

VIDRAÇARIA TICO VIDROS, em Petrolândia - PE

FARMÁCIA ESPERANÇA

FARMÁCIA ESPERANÇA

ELETROLÉO

ELETROLÉO

terça-feira, 27 de julho de 2021

Liberada 4ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em setembro

Beneficiários do Bolsa Família que têm Número de Inscrição Social (NIS) encerrado com o número 7 também serão contemplados

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal libera, nesta terça-feira (27/07), a quarta parcela do Auxílio Emergencial 2021 para nascidos em setembro. O valor também já está disponível para beneficiários do programa Bolsa Família que têm o Número de Inscrição Social (NIS) final 7.

O pagamento da terceira parcela do benefício terminou em 30 de junho para todos os públicos. A disponibilização da quarta parcela foi antecipada e teve início no último dia 17 para quem não faz parte do Bolsa Família. Os valores do benefício variam de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família.

O calendário de pagamentos das próximas parcelas ainda não foi definido.

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial, pelo 

site auxilio.caixa.gov.br ou pelo https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/.

Extensão do Auxílio Emergencial

Em junho, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) assinou a prorrogação do auxílio emergencial 2021 por mais três meses, até outubro. A prorrogação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) no último dia 6.

De acordo com o Ministério da Cidadania, as próximas fases do programa serão concedidas nas mesmas faixas atuais: de R$ 150 a R$ 375. O benefício será pago aos 39,2 milhões de trabalhadores. Não haverá a possibilidade de novos cadastros.

O auxílio também deverá ser pago a apenas uma pessoa por família. No ano passado, dois integrantes de um mesmo núcleo familiar podiam receber o benefício.


FONTE: Metrópoles
Flávia Said, 27/07/2021



Nenhum comentário:

Postar um comentário