Pesquisar este blog

CLICK NA IMAGEM E VEJA COMO VOCÊ PODE CONCORRER AOS SORTEIOS DE SETEMBRO

Casa da Marmita, Bar, Restaurante e Delivery

Casa da Marmita, Bar, Restaurante e Delivery
Contato: 87 9 96414424

Aurinézio

Aurinézio

RC SERVIÇOS TOPOGRÁFICOS

AGÊNCIA ATIVOS

VIDRAÇARIA TICO VIDROS, em Petrolândia - PE

VIDRAÇARIA TICO VIDROS, em Petrolândia - PE

FARMÁCIA ESPERANÇA

FARMÁCIA ESPERANÇA

ELETROLÉO

ELETROLÉO

quinta-feira, 29 de julho de 2021

BRASIL É MEDALHA DE BRONZE NO JUDÔ FEMININO EM TÓQUIO: Mayra Aguiar conquista o bronze no judô e é a primeira a ter 3 medalhas em Olimpíadas

A judoca gaúcha Mayra Aguiar conquista o bronze para o Brasil no nas Olimpíadas de Tóquio e é a primeira brasileira a ter três medalhas em Olimpíadas em esporte individual

Mayra Aguiar exibe a medalha de bronze conquistada na categoria até 78kg — 
Foto: REUTERS/Sergio Perez

247 - Mayra Aguiar conquistou mais uma medalha para sua carreira. Nesta quinta-feira (29), na  arena Nippon Budokan, ela derrotou a sul-coreana Hyunji Yoon, na categoria até 78kg, e subiu ao pódio das Olimpíadas de Tóquio para receber o bronze. O feito de Mayra é histórico em diversos sentidos. A judoca se torna a primeira brasileira a conquistar três medalhas olímpicas em um esporte individual: antes de Tóquio, já havia subido ao pódio em Londres 2012 e Rio 2016. É, também, a primeira a fazer isso em três Olimpíadas em sequência, informa o G1. Hélia Rogério de Souza Pinto, mais conhecida como Fofão, conquistou três medalhas olímpicas, mas em esporte coletivo, o vôlei.

Mayra também chega ao topo do esporte que mais deu medalhas ao Brasil em Olimpíadas. O judô soma 24 pódios em Olimpíadas. Mayra tem três, mais do que qualquer outro no país.

A judoca se classificou para a repescagem do judô até 78 kg nas Olimpíadas de Tóquio-2020 após ser derrotada pela alemã Anna-Maria Wagner, atual campeã do mundo, nas quartas de final. Assim, ela deu adeus ao sonho de conquistar seu primeiro ouro. Anteriormente, nas oitavas, a brasileira havia vencido por ippon a israelense Inbar Lanir.


FONTE: Brasil 247, 29/07/2021




Nenhum comentário:

Postar um comentário