CLICK NA IMAGEM

CLICK NA IMAGEM
ACESSE .... CONTRIBUA... COMPARTILHE

PAULINELLY CHALÉS

PAULINELLY CHALÉS
CLICK NA IMAGEM E VEJA DETALHES

AURINÉZIO CONSTRUÇÕES

AURINÉZIO CONSTRUÇÕES
BAIRRO NOVA ESPERANÇA, Avenida Padre Cícero, nº 90

PONTO DO BEM

PONTO DO BEM
PETROLÂNDIA-PE

quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Mais dois suspeitos de morte de maquiador em Moreno são presos; adolescente é apreendido

Cabeleireiro foi assassinado com mais de 50 facadas, teve a cabeça e pênis decepados e um cachimbo introduzido no ânus


Maquiador foi vítima de crime bárbaro em Moreno
Foto: Reprodução/Instagram

Dois homens suspeitos de envolvimento na morte do maquiador Henrique de Deus, de 25 anos, foram presos na noite dessa terça-feira (21), algumas horas após o assassinato. O crime ocorreu na comunidade do Xingu, em Moreno, Região Metropolitana do Recife (RMR). Além da dupla, de 19 e 20 anos, um adolescente também foi apreendido pela polícia.

Foram presos Thaison José Silva da Paz, de 20, um adolescente, de 17, que demonstrou comportamento agressivo na abordagem do policiais e um homem de identidade ainda não revelada, de 19.  

De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco (PCPE), com um dos presos, foram encontradas duas armas brancas e com o menor apreendido foram encontradas 260 pedras de crack.

Ainda na terça, Bárbara Myrelle Nunes Santos, 22, uma suposta amiga do maquiador, foi presa por policiais do 20º Batalhão da Polícia Militar (BPM) e do Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati). Ela, segundo informações iniciais, teria atraído Henrique de Deus para o local do crime, onde os três suspeitos o mataram.

As investigações prosseguirão sob responsabilidade do delegado Cláudio Neto, titular da 13ª Delegacia de Polícia de Homicídios (DPH), do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O corpo de Henrique saiu do Instituto de Medicina Legal (IML) pela manhã desta quarta-feira (22/01), e seguiu para o sepultamento que aconteceu as 14h no cemitério municipal da cidade de Moreno.

Relembrando o caso


Por: Portal FolhaPE
23/01/2020



Nenhum comentário:

Postar um comentário