CLICK NA IMAGEM

CLICK NA IMAGEM
ACESSE .... CONTRIBUA... COMPARTILHE

PAULINELLY CHALÉS

PAULINELLY CHALÉS
CLICK NA IMAGEM E VEJA DETALHES

AURINÉZIO CONSTRUÇÕES

AURINÉZIO CONSTRUÇÕES
BAIRRO NOVA ESPERANÇA, Avenida Padre Cícero, nº 90

PONTO DO BEM

PONTO DO BEM
PETROLÂNDIA-PE

sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

Governo Federal anuncia cerca de R$ 900 milhões em verbas federais e liberação do saldo do FGTS para vítimas das chuvas em MG, ES e RJ

Verba será dividida entre os três estados. O presidente sobrevoou nesta quinta-feira (30/01) cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte afetadas pelas tempestades de janeiro.

Por G1 Minas — Belo Horizonte

Bolsonaro anuncia R$ 1 bi em recursos federais para estados atingidos pelas chuvas — Foto: Fabiana Almeida/TV Globo

O governo federal vai liberar crédito de R$ 892 milhões para Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, estados do sudeste afetados pelas chuvas neste mês. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (30/01) pelo presidente Jair Bolsonaro em Belo Horizonte, uma das cidades mais castigadas pelas tempestades.

O governo vai publicar nesta sexta-feira (31/01) medida provisória que libera este dinheiro para que o Ministério do Desenvolvimento Regional faça o repasse dos recursos.

Helicópteros usados nos sobrevoos — Foto: Reprodução/TV Globo

"Disponibilizamos então, hoje, R$ 1 bilhão para essa região Sudeste atingida. Também, os demais ministros como Infraestrutura, a liberação de rodovias que estavam bloqueadas. Caixa Econômica Federal também, com a liberação do FGTS. A Saúde, bem como os demais ministérios", disse ele.
Nesta quarta-feira (29/02), o governo federal já havia autorizado o repasse de R$ 7,7 milhões de recursos da União para a Prefeitura de Belo Horizonte . O dinheiro será usado para reparar os danos causados pela maior chuva já registrada na capital mineira em 110 anos.

Bolsonaro sobrevoou junto com sete ministros e o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) as cidades de Belo Horizonte, Betim, Contagem, Raposos, Ibirité e Sabará.

“O governo veio com sete ministros pra cá, apresentar o que foi conseguido até o momento por parte da área federal. Primeiro, cumprimento o governador por sua pronta resposta ao problema ocorrido, com esse momento difícil no estado. Bem como aos prefeitos aqui atingidos”, disse ele.

Estragos e mortes

Cidade de Raposos, na Grande BH, continua tomada por lama e entulho — Foto: Rodrigo Franco

Em Minas Gerais, 55 pessoas morreram em decorrência das fortes chuvas que castigam o estado desde a última sexta-feira (24/01). De acordo com boletim divulgado pela Defesa Civil nesta quinta-feira (30/01), já são 44.929 desalojados e 8.259 desabrigados no estado. São 101 cidades em situação de emergência e outras cinco que decretaram estado de calamidade pública.

No Espírito Santo, subiu para dez o número de mortes nesta quinta-feira. Ao todo, 16 cidades do estado estão em situação de emergência e duas em estado de calamidade pública.

No Norte e Noroeste do Rio, há 16 mil pessoas desabrigadas em dez municípios, dos quais oito em situação de emergência. Duas pessoas morreram em razão das chuvas.


Iconha foi uma das cidades mais destruídas pela chuva no ES — Foto: Reprodução/TV Gazeta
JAIR BOLSONARO



Nenhum comentário:

Postar um comentário