PAULINELLY CHALÉS

PAULINELLY CHALÉS
CLICK NA IMAGEM E VEJA DETALHES

PONTO DO BEM

PONTO DO BEM
PETROLÂNDIA-PE

CLICK NA IMAGEM

CLICK NA IMAGEM
ACESSE .... CONTRIBUA... COMPARTILHE

AURINÉZIO CONSTRUÇÕES

AURINÉZIO CONSTRUÇÕES
BAIRRO NOVA ESPERANÇA, Avenida Padre Cícero, nº 90

sexta-feira, 25 de outubro de 2019

ATAQUE DE URSO: Urso de circo ataca domador violentamente na Rússia; veja vídeo

Incidente ocorreu em Olónets, na Rússia e o vídeo viralizou nas redes sociais ((foto: Reprodução/Twitter))

Um vídeo que mostra o momento em que um urso ataca seu domador em um circo viralizou na internet durante a tarde desta quinta-feira (24/10). O ataque aconteceu na cidade de Olónets, na Rússia.

As imagens acabaram levantando o debate sobre o uso de animais em espetáculos. Alguns internautas chegaram até mesmo a comemorar o ataque ao domador. “Felicidade! Agora ele aprende como tratar os animais”, declarou Carlos Aleman em sua conta do Twitter. “Os animais não pertencem ao circo, não sei o que é pior, as pessoas irem assistir ou o cara que ainda tenta domar um animal selvagem”, comentou Jimmy Alexander. 
Índia, Itália, Irlanda, Romênia, Eslováquia, Áustria, Holando, Suécia, Finlândia, Suíça, Dinamarca, Argentina e vários outros países optaram pela proibição do uso dos animais em circo. São no total 42 países
No Brasil, apenas alguns estados proibiram o uso de animais em circos. Entre eles estão: Goiás, Alagoas, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Falta uma lei que possa valer para todo o país. O Projeto de Lei 7.291/2006, que estabelece a proibição em nível nacional ainda espera por votação na Câmara dos Deputados. Confira o vídeo:



FUERTE VIDEO: Un oso atacó a su domador durante un espectáculo circense en la ciudad de Olónets (Rusia). Según reportes, el empleado del circo habría resultado herido pero su vida no corre peligro pic.twitter.com/H5Gv1UmDTu

— RT en Español (@ActualidadRT) 24 de outubro de 2019
Via Diário de Pernambuco
25/10/2019



Nenhum comentário:

Postar um comentário