PONTO DO BEM

PONTO DO BEM
PETROLÂNDIA-PE

MIX POINT

MIX POINT
Avenida José Gomes de Avelar, centro de Petrolândia, "O Melhor da Cidade"

sábado, 15 de junho de 2019

Justiça de Minas absolve Adélio Bispo por facada em Bolsonaro

Decisão do magistrado de Juiz de Fora leva em consideração os laudos médicos apresentados sobre a sanidade mental do autor da agressão

Por Metrópoles 
15 de junho de 2019

Reprodução

A Justiça de Juiz de Fora, em Minas Gerais, decidiu nesta sexta-feira (14/06/2019) absolver Adélio Bispo, autor do atentado a facadas contra o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). O ataque aconteceu quando o militar da reserva fazia campanha presidencial. A informação é da revista Crusoé.

A decisão, determinada pelo juiz federal Bruno Savino, tem como base o fato de o agressor ter sido considerado inimputável após laudos médicos. Mesmo com a sentença positiva, Adélio deve permanecer internado por tempo indeterminado. Ele será submetido a uma perícia médica em 2022, daqui a três anos.

“Sendo a inimputabilidade excludente da culpabilidade, a conduta do réu, embora típica e antijurídica, não pode ser punida por não ser juridicamente reprovável, já que o réu é acometido de doença mental que lhe suprimiu a capacidade de compreender o caráter ilícito do fato e de se determinar de acordo com este conhecimento”, escreveu o magistrado.

Segundo os laudos, o agressor tem a doença chamada transtorno delirante permanente paranoide. A análise afirma ainda que, em entrevistas com psicólogos e psiquiatras, o agressor disse que não cumpriu a missão dele e, ao sair da cadeia, vai matar o presidente.

A sentença foi proferida pelo magistrado a partir de uma ação para comprovação de insanidade mental protocolada pela defesa do acusado. Os advogados de Bolsonaro não recorreram da análise que declarou a imputabilidade de Adélio.



Nenhum comentário:

Postar um comentário