sexta-feira, 6 de julho de 2018

Paulo pede a Temer que decisão de abandono da Codevasf seja revista


Fonte: Blog de Jamildo
Por Victor Tavares em Notícias às 13:06

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

O governador Paulo Câmara (PSB) enviou ofício hoje (6) ao presidente Michel Temer, um ofício pedindo que o Governo Federal reveja a decisão da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) de transferir a operação e manutenção dos perímetros irrigados do Reassentamento do Sistema Irrigado de Itaparica. 

No ofício, o governador de Pernambuco diz que os reassentados do Sistema Irrigado do Itaparica receberam a informação que a Codevasf pretende transferir para os irrigantes a operação e a manutenção dos perímetros irrigados. “É fundamental que o presidente esteja consciente do problema social que essa decisão vai causar para milhares de famílias, que tiram seu sustento das atividades no Reassentamento”, justificou Paulo Câmara., argumentou Câmara.

Paulo também informou ao presidente que a Codevasf suspendeu, no último dia 29 de junho, o contrato da empresa que fazia a manutenção e operação do abastecimento do perímetro irrigado.

“Por tudo isso, senhor presidente, ante esse quadro de extrema gravidade – e considerando que estamos diante de um contingente de 30 mil famílias que dependem, direta ou indiretamente, do Sistema Irrigado de Itaparica – venho encarecer a intercessão e o apoio de vossa excelência, com vistas ao equacionamento dessa situação e ao restabelecimento das condições de trabalho e sobrevivência de nossa gente, pelo que – desde já – lhe apresento meus melhores agradecimentos”, diz o governador no ofício enviado ao presidente da República.

Entenda

O Reassentamento do Sistema Irrigado de Itaparica recebeu as família de produtores rurais que foram deslocados de suas terras, na inundação causada pelo reservatório da Hidrelétrica de Itaparica. A formalização do processo de assentamento ocorreu em dezembro de 1986, por meio de acordo firmado entre as famílias e a Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), durante movimento de ocupação do canteiro das obras da barragem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário