PONTO DO BEM

PONTO DO BEM

Bairro Nova Esperança - PETROLÂNDIA -PE

Bairro Nova Esperança - PETROLÂNDIA -PE
AURINÉZIO CONSTRUÇÕES

Avenida Auspício Valgueiro Barros - Petrolândia - PE

Avenida Auspício Valgueiro Barros - Petrolândia - PE
M&S CRIAÇÕES - CLICK NA IMAGEM

PENSAMENTOS QUE ENOBRECEM

PENSAMENTOS QUE ENOBRECEM
PENSAMENTO 02

Avenida Auspício Valgueiro Barros - Petrolândia - PE

Avenida Auspício Valgueiro Barros - Petrolândia - PE
FRANCK ELETRO - Click na imagem e veja nossas ofertas

domingo, 24 de junho de 2018

ECONOMIA: Consumidor pode pedir suspensão temporária de serviços durante as férias

Viajar sem se preocupar em ter que pagar algumas contas é possível. Seja qual for o motivo, você pode pedir suspensão dos serviços que não poderá utilizar por precisar se ausentar de casa. Alguns exemplos são a telefonia, TV por assinatura e internet.

 Para o professor Albert Lima, que mora em Aracaju, as férias são uma oportunidade não apenas de descansar, mas também de economizar.

 Sonora: “Já pedi suspensão de internet duas vezes. Nunca tive problemas e economizei praticamente 50% que foi o correspondente aos dias que fiquei fora de casa”.

 O consumidor pode pedir a interrupção dos serviços de telefonia, internet e TV por até quatro meses, uma única vez por ano, desde que esteja em dia com o pagamento das faturas. Não é necessário pagar taxas se todos os itens de uma mesma prestadora forem suspensos.

Fabrício Lopes, Gerente de Tratamento de Solicitações de Consumidores na Anatel destaca também que o bloqueio temporário não elimina promoções e o contrato é mantido nas mesmas condições.

Sonora: “Não, não. A suspensão do serviço a pedido do assinante em momento nenhum é o rompimento do vínculo. O que significa suspender? O contrato fica em pausa e isso não altera em nada a promoção”.

Há a possibilidade de reativar os serviços antes do prazo combinado. Basta entrar em contato com a empresa, que tem até 24 horas para atender ao pedido.

Por prevenção, o consumidor deve sempre anotar os protocolos de atendimento.

 Diante de cobrança indevida ou qualquer outro problema, deve primeiro procurar a prestadora. Caso não obtenha uma solução, recorra à Anatel ou ao Procon.

Fonte: Agência Brasil
Por Wellington Barros

___________



Nenhum comentário:

Postar um comentário