PONTO DO BEM

PONTO DO BEM
PETROLÂNDIA-PE

domingo, 22 de abril de 2018

Movimento dos SEM TETO fazem nova ocupação em Petrolândia-PE, no Sertão de Itaparica

Por Redação Blog Gota d'Água  


Na manhã de ontem (21.04), aconteceu, às margens da BR316 em Petrolândia, uma nova ocupação, dessa vez urbana. Dezenas de famílias estão no local montando suas barracas para lutar pelo direito à moradia:
________

“Hoje por volta de 05h00min da manhã aconteceu nossa ocupação. Foi uma ocupação maravilhosa, todo mundo com seu terreninho demarcado, gente com barraca pronta...”

Declarou Thina, moradora do acampamento

Conversamos com lideranças do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) sobre o nascimento de célula do movimento na cidade, a primeira no sertão de Itaparica, e a nova ocupação:


“Nós fazemos a luta por moradia no estado de Pernambuco garantindo o que está no artigo sexto da constituição que é de todos e todas terem direito a um teto pra morar. Trazer essa bandeira para Petrolândia significa combater esse gritante déficit habitacional. Lutar não apenas por moradia digna, mas creche, posto de saúde, não estamos aqui atrás de casa pela casa e, sim, habitação digna para a população. Não estamos pedindo nenhum favor ao presidente da república, nem a Paulo Câmara e nem à prefeita, nós estamos reivindicando o que é nosso por direito constitucional.

________

"Hoje o MTST tem um trabalho amplo no estado com coletivos de juventudes, de mulheres... estamos presentes nas cidades de Caruaru, Paulista, Recife, Jaboatão, Gravatá, Tacaibó, Santa Cruz e agora Petrolândia, primeira cidade do sertão a nos receber. Em muitas dessas localidades tivemos conquistas importantes, por exemplo, em Paulista onde entregamos 1700 casas, em Caruaru entregamos 192 e estamos em processo de conclusão de mais 108...”

Salatiel, coordenador estadual do MTST

________

“A gente precisa e vai cobrar da prefeitura o apoio necessário para buscar esse projeto para as famílias. Quando citamos essas conquistas temos sempre que lembrar que só foi possível através de programas como o Minha Casa, Minha Vida, do nosso ex-presidente Lula, que nos deu essa possibilidade. Não podemos baixar a cabeça e esquecer dessas famílias que mais sofrem com essas brigas políticas que afetam a todos nós... Então estamos aqui para buscar esse projeto.”

Ingrid, coordenadora do MTST e filiada à União Nacional por Moradia Popular


“Os companheiros e companheiras que estavam há anos pagando aluguel vinham sempre nos cobrar sobre ocupação urbana, então entramos em contato com os companheiros da coordenação estadual do MTST para que eles viessem para o nosso município explicar a importância do movimento e a forma como iremos trabalhar daqui pra frente. Eu me sinto gratificado por ter a presença dos dois aqui e a gente espera que a prefeita abrace essa causa e vamos seguir na luta... Lula Livre!”

Fábio Santos, presidente da Associação Cássio Alves e militante do MTST

Definido em assembleia o acampamento se chamará Luiz Inácio Lula da Silva e já conta com 200 famílias cadastradas. O local foi escolhido ainda a receber o Congresso do Povo cuja etapa municipal acontecerá no dia 19 de Maio.






Nenhum comentário:

Postar um comentário