PONTO DO BEM

PONTO DO BEM
PETROLÂNDIA-PE

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Fórum de Economia Solidária em Petrolândia-PE- (17.01)


Leylah Araújo (A.E.P.A- Associação Estudos e Projetos Atitude) 



Na manhã de hoje (17.01), começou no Auditório Cecídio Rubens no Centro Cultural Hildebrando Menezes, em Petrolândia-PE, no Sertão de Itaparica o Fórum de Economia Solidária, com a presença de Guarter Baldi, representante da ASCOOPETRO, Viviane França (SEMPETQ), Leylah Araújo (Coordenadora CARDSOL/), e empreendimentos de várias setores: Artesanato, piscicultura, ONGs, representaste governamental da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, na pessoa Jacirlene Fernandes (Prefeitura/SEAP), e outros setores. 

O Fórum tem como objetivo: Fortalecer a Economia Solidária no município e região, com foco em um trabalho de parcerias visando a autogestão, e a busca de parcerias para o desenvolvimento econômico, como  uma alternativa inovadora na geração de trabalho e na inclusão social, na forma de uma corrente do bem que integra quem produz, quem vende, quem troca e quem compra.

Economia Solidária- O que é?

Economia solidária é definida como o "conjunto de atividades econômicas – de produção, distribuição, consumo, poupança e crédito – organizadas sob a forma de autogestão." Compreende uma variedade de práticas econômicas e sociais organizadas sob a forma de cooperativas, associações, clubes de troca, empresas autogestionárias, redes de cooperação, entre outras, que realizam atividades de produção de bens, prestação de serviços, finanças solidárias, trocas, comércio justo e consumo solidário.[1] Trata-se de uma forma de organização da produção, consumo e distribuição de riqueza centrada na valorização do ser humano e não do capital, caracterizada pela igualdade.

"A economia solidária é uma alternativa inovadora na geração de trabalho e na inclusão social, na forma de uma corrente do bem que integra quem produz, quem vende, quem troca e quem compra. Seus princípios são autogestão, democracia, solidariedade, cooperação, respeito à natureza, comércio justo e consumo solidário."[2]

A economia solidária preconiza o entendimento do trabalho como um meio de emancipação humana dentro de um processo de democratização econômica, criando uma alternativa à dimensão alienante e assalariada das relações de trabalho capitalistas.

Além disso, a economia solidária possui uma finalidade multidimensional, isto é, envolve a dimensão social, econômica, política, ecológica e cultural. Isto porque, além da visão econômica de geração de trabalho e renda, as experiências de economia solidária se projetam no espaço público, tendo como perspectiva a construção de um ambiente socialmente justo e sustentável. [3]Vale ressaltar que a economia solidária não se confunde com o chamado "terceiro setor", que substitui o Estado nas suas obrigações legais e inibe a emancipação de trabalhadores, enquanto sujeitos protagonistas de direitos. A economia solidária reafirma, assim, a emergência de atores sociais, ou seja, a emancipação de trabalhadores como sujeitos históricos.

Fonte: Wikipédia   

















Redação: Blog Sertão News Petrolândia
Fotos: Alexandre Sertão

Um comentário:

  1. Petrolândia está de Parabéns, O Conselho Estadual de Economia Solidária/Comissão Cadsol/Rede Solar na pessoa de Leylah Araújo, Agradece o acolhimento e presença de todos neste evento que marca a reinicio das atividades do Fórum de Economia Solidária de Petrolândia, foi uma manhã produtiva, uma comissão provisória fora formada e uma equipe de 04 pessoas receberam uma capacitação para auxiliar os Empreendimentos no Cadastramento da Economia Solidária, a cobertura no setor de comunicação e divulgação feita por este blog, muito agradou a Caravana, pois o empenho de todos faz com que a cidade seja vista pela importância da participação, porque economia solidária nada mais é do que Participação Coletiva, pelo bem da coletividade, Todos Estão de Parabéns. Att. Leylah Araújo/Rede Solar - Empreendimento participante do Conselho Estadual de Economia Solidária.

    ResponderExcluir