quarta-feira, 26 de julho de 2017

Corpo de Artur Almeida, da TV Globo Minas, deve ser liberado nesta quarta-feira

O editor-chefe e apresentador do MGTV 1ª edição morreu na noite desta segunda-feira (24) em Portugal. A causa da parada cardiorrespiratória ainda está sendo investigada.

Por G1 MG, Belo Horizonte




O corpo do jornalista Artur Almeida deve ser liberado pelo Instituto Médico Legal em Lisboa nesta quarta-feira (26). Só então ele seguirá para Belo Horizonte. Ainda não há previsão de dia e hora para o velório e o enterro. A causa da parada cardiorrespiratória ainda está sendo investigada.

Artur Almeida, 57 anos, morreu na noite desta segunda-feira (24) em Portugal, onde passava férias. Informações da família são de que ele passou mal, chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital.

Ele era editor-chefe e apresentador do MGTV 1ª edição, e trabalhava na TV Globo Minas há mais de 20 anos. Artur deixa a mulher e três filhas.



Carreira

Artur Nogueira de Almeida Neto nasceu em Belo Horizonte em 18 de maio de 1960. Filho do também jornalista Guy Affonso de Almeida, Artur se formou na Pontifícia Universidade Católica (PUC) da capital mineira em 1983.

Começou no rádio. Em 1987, foi para a TV Globo Minas. O início foi na redação. Em março de 1992, se tornou repórter.

Na função, cobriu com brilhantismo fatos importantes em Belo Horizonte e por todo o estado. O destaque na rua logo o transformou em âncora do MGTV. Também apresentou o Bom Dia Minas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário