quinta-feira, 15 de junho de 2017

Ibama e PM recuperam escorpiões importados ilegalmente da África por jovens de MG

Estudante de biologia e técnico em veterinária iam receber os animais em Uberaba, mas caixa foi descoberta no raio-x do Aeroporto Internacional de Guarulhos.

📷Escorpiões foram descobertos em Raio-X do Aeroporto de Guarulhos (Foto: Reprodução/TV Integração)

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Polícia Militar (PM) de Meio Ambiente de Uberaba recuperaram nesta quarta-feira (14) uma encomenda dos Correios com 60 escorpiões-imperador (Pandinus imperator). Os animais que saíram da Nigéria foram colocados em uma caixa, como correspondência.

Ao chegar ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, no dia 5 de junho, foi descoberto através do sistema de raio-x, que dentro do pacote estavam 13 escorpiões vivos e 47 mortos. Um força-tarefa foi feita com auxílio dos Correios e a caixa foi entregue ao destinatário original, na cidade do Triângulo Mineiro.

VÍDEO 





Desde que os animais foram interceptados, as autoridades policiais começaram uma investigação constatou que a correspondência, que saiu da África no dia 24 de abril, seria levada para um técnico em veterinária, de 24 anos, e um estudante de biologia, de 22. Eles foram encaminhados à Polícia Federal, onde foram ouvidos e liberados. Os jovens admitiram que iam vender ou trocar os escorpiões.

"Eles responderão pelo crime de introdução da espécie escorpião-imperador em território brasileiro. A pena prevista é de três a seis meses (de reclusão) e eles assinaram um termo e foram liberados. O Ibama efetivou uma multa de cerca de R$ 200 mil pelo ilícito praticado", explicou o delegado da Polícia Federal, Luiz Carlos de Oliveira.

A reportagem não conseguiu confirmar com o Ibama para onde os animais foram levados.

Escorpião-imperador





📷Escorpiões importados da África foram recuperados em Uberaba (Foto: Ibama/Divulgação)

O escorpião-imperador, espécie típica da floresta tropical da África, é um dos maiores escorpiões do mundo. As fêmeas ficam grávidas por até nove meses e dão à luz os filhotes vivos, porém, sem o exoesqueleto.

Os aracnídeos nascem macios e com a coloração branca, e andam ao redor da mãe até a primeira troca de exoesqueleto. Muitas pessoas costumam adotar exemplares de escorpião-imperador como bichos de estimação, já que eles brilham no escuro e são sociáveis, com vida útil entre cinco e oito anos.


Por MGTV
14/06/2017 20h54


Mais Informações

- (complemento da matéria pelo blog SNP)

O que é Exoesqueleto:

Exoesqueleto é o nome dado para a estrutura esquelética localizada fora do corpo do ser vivo.

Os exoesqueletos são comuns em animais invertebrados, ou seja, que não possuem uma estrutura óssea interna, como os vertebrados.

Ao contrário do esqueleto dos animais vertebrados, que são feitos de ossos e cartilagens, o exoesqueleto é na realidade uma camada ou crosta resistente que envolve o corpo dos invertebrados.

Os animais que possuem exoesqueleto costumam, de tempos em tempo, “mudar de pele” – como é dito popularmente. Este processo é chamado de ecdise, e faz parte do crescimento destes animais, que trocam o exoesqueleto conforme vão se desenvolvendo.


Fonte: Significados 

Nenhum comentário:

Postar um comentário