quarta-feira, 31 de maio de 2017

Ricardo Rodolfo, Prefeito de Petrolândia-PE, lança "carta aberta" falando dos desafios enfrentados e que enfrentará em sua gestão




CARTA ABERTA A TODOS OS QUE MORAM E AMAM PETROLÂNDIA.

Durante os últimos anos houve cortes nos repasses para todos os municípios do país. Com Petrolândia não foi diferente: Perdemos 70% do nosso ICMS da geração de energia, que até então era a nossa maior receita. Até que esta receita retorne, terei que fazer cortes, ajustes, limitar as despesas para que no meio dessa tempestade que estamos passando possamos fazer o que é possível fazer. Determinei o afastamento de vários funcionários contratados e comissionados, homens e mulheres que estavam contribuindo para nossa gestão. Alguns poderão perguntar: que mau fizeram? Respondo por todos eles: não fizeram absolutamente nada de errado. O grande problema é que não teremos como pagar os seus salários.

Hoje temos dificuldades de manter o número de funcionários que precisamos para a Saúde, Educação, Agricultura, Limpeza, enfim, para que se preste um bom serviço à população. Infelizmente já não temos mais condições de mantê-los, pois tenho que reajustar a máquina pública para o momento atual. 

Não nego: pensei que seria mais fácil fazer. Hoje entendo a dificuldade dos gestores, não só os atuais, como também aqueles que já passaram por aqui e pelas outras cidades brasileiras nos últimos anos. Todos eles estão angustiados com o momento que passamos, uma grave crise política, moral, ética e econômica, onde a régua que está medindo um político em Brasília, nossa capital, é a mesma que está medindo a todos, e isso não é justo.

Tenho certeza que o desenvolvimento do nosso município será retomado, e estamos correndo contra o tempo para recuperarmos a receita perdida, causada por um fato que foi alheio à nossa vontade. O Congresso Nacional já corrigiu o erro ao aprovar uma Lei proposta pelo Senador Fernando Bezerra Coelho, porém, a receita só retornará em 2019 (parcialmente), com retomada em definitivo apenas no ano de 2020. Espero que nesse meio tempo o município possa conseguir, através de uma ação que já tramita na Justiça Federal, o retorno imediato dos valores perdidos, que foram de 30 milhões de reais em 2015 e 2016, e agora em 2017 serão 20 milhões a menos. Tenham a certeza e a garantia de que ao retomarmos a nossa receita, ampliaremos os nossos serviços e os nossos soldados ocuparão novamente os seus postos, voltando a contribuir na construção de uma Petrolândia melhor.

Muita coisa precisa ser feita. Não sou e não pretendo ser perfeito, longe de mim, porém ouvi recentemente de um amigo "Faça o que der para fazer". E é isso que eu farei! Vencerei os desafios vindouros, pois sei que após esta tempestade virá a bonança e os bons ventos embalarão o futuro de Petrolândia novamente. 

Peço a todos a compreensão, pois os desafios são enormes, porém tenho certeza que com os ajustes que estamos fazendo conseguiremos vencer as adversidades. É hora de bater a poeira. O homem tem que ser humilde em pedir desculpas pelos seus erros, e aqui as faço, a todos aqueles que por algum motivo se sentiram de alguma forma preteridos. 

Do mesmo modo como é louvável aceitar meu pedido de desculpa, é hora de união, não de divisões. Precisaremos de todos os homens e mulheres que querem o bem estar de nossa cidade, concordando ou discordando de nós, independente do seu posicionamento político.
Todos queremos o melhor para Petrolândia e o melhor está por vir! 

O Brasil voltará a crescer e nossa cidade muito mais. Não perderemos a esperança! Obrigado!

Ricardo Rodolfo
Prefeito de Petrolândia
30.05.2017



Foto: Alexandre Sertão

Nenhum comentário:

Postar um comentário