PONTO DO BEM

PONTO DO BEM
PETROLÂNDIA-PE

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Policiais civis e federais de Alagoas entram em greve nesta quarta

Manifestação é contra a reforma da Previdência proposta pelo governo Temer e em defesa da aposentadoria dos profissionais da segurança pública

© Reprodução / Facebook / Sindpol

Policiais civis e federais de Alagoas entraram em greve nesta quarta-feira (8). Os sindicatos das categorias informaram que a paralisação é em protesto conta a reforma da Previdência proposta pelo governo do presidente Michel Temer e em defesa da aposentadoria dos profissionais da segurança pública.

De acordo com o diretor jurídico do Sindpol, Ricardo Nazário, os policiais perderão uma série de direitos adquiridos se a reforma entrar em vigor. As delegacias e as Centrais de Flagrantes não vão funcionar.

Os policiais estiveram divididos em duas manifestações em Maceió. Uma em frente a Central de Flagrantes I, no Farol, e a outra em frente a sede da Polícia Federal, em Jaraguá, de acordo com o G1.

"Hoje o policial se aposenta com 30 anos de serviço e agora com essa PEC terá a idade mínima de 65 anos para a aposentadoria integral, onde a contribuição passa a ser de 49 anos. Além disso, também querem mexer na pensão por morte e nós não aceitamos isso", explicou Nazário.

O grupo participará também de uma manifestação em frente ao Congresso nacional, em Brasília. "Alagoas mandou caravanas para nos representar nessa reivindicação. Queremos sensibilizar os deputados federais, por meio da bancada alagoana para que não aceitem essa reforma", afirmou.

O presidente do Sindicato dos Policiais Federais de Alagoas (Sinpofal), Flávio Moreno, informou que o ato também pede progressos no combate a corrupção, uma reestruturação na Segurança Pública e uma carreira digna para o policial.

Nossa grande preocupação é que exercemos uma atividade de risco e em uma idade avançada o policial não terá o mesmo desempenho. Em Alagoas 19 policiais foram mortos em 2016 e no Brasil o número foi de 493. Isso é preocupante."


POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário