PONTO DO BEM

PONTO DO BEM
PETROLÂNDIA-PE

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Governador de PE sanciona reajuste salarial para policiais e bombeiros militares

Aumentos entre 25% e 40% nas remunerações estão previstos para maio de 2017 e abril e dezembro de 2018. Reajuste dos valores do Programa de Jornada Extra de Segurança (PJES) também foi anunciado nesta quinta (16).

Segundo governo de Pernambuco, proposta foi discutida com os comandos da PM e dos Bombeiros
(Foto: Aluísio Moreira/Divulgação)


Após ser aprovado pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) e seguir para redação final, o projeto que prevê aumentos entre 25% e 40% para policiais e bombeiros militares de Pernambuco foi sancionado na tarde desta quinta (16) pelo governador Paulo Câmara. A publicação da sanção deve acontecer no Diário Oficial do Estado da sexta (17). Por meio da Secretaria de Defesa Social (SDS), o governo também anunciou aumento da remuneração dos profissionais através do Programa de Jornada Extra de Segurança (PJES).

Além de propor correções nos salários nos meses de maio de 2017 e abril e dezembro de 2018, a lei nivela os salários dos militares com a Polícia Civil. De acordo com o governo do estado, o reajuste representa um acréscimo de R$ 303 milhões na folha de pagamento de 2017.

Ainda segundo a administração estadual, a PM e o Corpo de Bombeiros receberam um aumento médio de 20% em 2015 e em 2016, devido a uma política que tem como objetivo diminuir a diferença de soldos entre oficiais e praças.

Apesar de o governador alegar que a proposta atende às reivindicações da categoria, os profissionais têm demonstrado, por meio de manifestações, o descontentamento com o percentual oferecido pelo estado. Atuando em Operação Padrão desde dezembro de 2017, os profissionais alegam que os valores não atendem aos anseios da tropa e ainda se queixam de más condições de trabalho.

SAIBA MAIS
Projeto de reajuste salarial de PMs e bombeiros é aprovado em primeira votação na Alepe

Durante dois dias de votação na Alepe, os profissionais se reuniram do lado de fora da casa para esperar o desfecho da votação. Na terça (14), dia da votação em primeiro turno, a categoria recebeu a notícia da aprovação do projeto aos gritos de “não vai ter Galo”, sinalizando que a segurança do carnaval de Pernambuco seria comprometida devido aos votos de 32 deputados estaduais, favoráveis à proposta.

Remuneração de jornada extra sofre mudanças

Ainda nesta quinta (16), a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE) anunciou o reajuste dos valores do Programa de Jornada Extra de Segurança (PJES) de soldados, cabos, sargentos e subtenentes. Pelo decreto, a jornada extra passa de R$ 120 para R$ 200. Tenentes, capitães, majores, tenentes-coronéis e coronéis receberão R$ 300, em vez dos atuais R$ 270.

De acordo com a pasta, o aumento nos valores representa um incremento de aproximadamente R$ 2,7 milhões mensais no programa, que passará a custar R$ 11,9 milhões. Cada policial, segundo a SDS, poderá cumprir até dez cotas por mês com jornadas de 12 horas no PJES.

O G1 tentou entrar em contato com a Associação de Cabos e Soldados (ACS-PE) por meio do presidente, Albérisson Carlos, para repercutir a sanção do reajuste e o aumento nos valores do PJES, mas não obteve retorno às ligações.


Por G1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário