PONTO DO BEM

PONTO DO BEM
PETROLÂNDIA-PE

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Coordenadoria da Mulher (Petrolândia-PE), realizou Oficina (27.10) sobre a doença 'Falciforme'





A Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Juventude, através da Coordenadoria da Mulher, realizou uma Oficina sobre a Doença "Falciforme", na manhã do dia 27 de Outubro de 2016, na Sala de Reunião da Prefeitura, em Petrolândia-PE, Sertão de Itaparica, o público convidado foram mulheres de várias representações da sociedade, e faixa etária: Alunas (escola estadual de Jatobá), representantes da saúde, conselheiras, Bibliotecárias: (biblioteca barão de Mauá e Biblioteca Rivaldo Couto de Lima-Escola Estadual de Jatobá), Representantes da Secretaria de Desenvolvimento Social, CRAS, PROVIDA, quilombolas, jovens da casa das juventudes, professoras, artistas, mulheres da terceira idade. 

BASE DE ORGANIZAÇÃO E ARTICULAÇÃO

Estavam presentes: Eliane de Sá (Coordenadora da Coordenadoria Municipal da Mulher), Ana Tereza, (Secretária de Desenvolvimento Social), Salete Gonzaga (Representante do Sertão de Itaparica, na Coordenadoria Estadual da Mulher), Tailane (Palestrante) os Conselheiros, do Conselho Municipal de Direitos das Mulheres.

Doença Falciforme: Em slides foi mostrado o que é essa doença causa, desde dos seus sintomas, consequências e tratamento; e o quanto é importante buscar conhecimento e orientações profissionais sobre a mesma, a Falciforme é uma doença que existe a mais de 100 anos, mas ainda é invisível pois não se fala quase nada, sobre uma doença que afeta o físico, mental e emocional.

Sugestão:

Que o governo dê mais importância, informando a população sobre a Falciforme, criando uma política de enfrentamento, desde a informação sobre a mesma, a está conscientizando a população, do quanto é importante buscar a realização do exame que detecta essa doença, e que os pais, não deixem de realizar e pegar o resultado do Teste do Pezinho, pois ele detecta a Falciforme. 

Informações:

Na oficina teve a participação e a contribuição, com um importante depoimento, de uma "jovem" que sofre da doença, a muitos anos, a mesma falou, do quanto já sofreu com imensas dores, e que está residindo no município á alguns meses, e é sempre bem atendida pelos profissionais do Hospital Municipal de Petrolândia, e chama a atenção de todos e principalmente, pais e mães, já que a doença é hereditária, a ter os devidos cuidados e buscar conhecimentos sobre a doença, o quanto antes, para uma maior prevenção. 





































Redação/Fotos: Alexandre Sertão (Conselheiro do CMDM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário