terça-feira, 16 de agosto de 2016

MST interdita rodovias em protesto contra Michel Temer, em Pernambuco

Segundo PRF, protesto acontece em pelo menos sete cidades do estado. 
Interdição das BRs começou por volta das 7h30 desta terça (16).

   Protesto interdita quatro rodovias diferentes em Pernambuco 
(Foto: Comunicação/PRF)


O Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) realizou protestos simultâneos na manhã desta terça (16) em várias rodovias de Pernambuco. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as manifestações acontecem no quilômetro 9 da BR-101, no município de Goiana, nos quilômetros 44 e 100 da BR-104, em Caruaru e na divisa entre Cupira e Agrestina, e no km 263 da BR-232, em Arcoverde. As interdições das vias começaram por volta das 7h30 e, em alguns trechos, os manifestantes queimaram pneus na pista.

Depois das interdições, as rodovias foram liberadas aos poucos. A primeira a ser desocupada foi a BR-104, em Caruaru, liberada às 9h20. Na mesma rodovia, o trecho interditado entre os municípios de Cupira e Agrestina foi desocupado às 9h50. Às 10h10, a BR-101, no trecho de Goiana, também foi liberado. O Corpo de Bombeiros esteve nas localidades para apagar o fogo ateado nos entulhos.

Ainda de acordo com a PRF, o km da BR-232, no município de Moreno, e o km 88 da BR-408, em São Lourenço da Mata, também foram interditadas por volta das 9h. Às 10h, a BR-408 foi liberada pelos manifestantes. Às 11h, foi a vez da BR-408, em São Lourenço, ser liberada. De acordo com a PRF, cerca de 60 pessoas participaram dos protestos em cada um dos pontos do estado.

De acordo com Jaime Amorim, da direção nacional do MST, as diversas manifestações defendem a saída do presidente em exercício Michel Temer e a volta de Dilma Rousseff. “Hoje é um dia de luta contra a perda dos nossos direitos com a reforma previdenciária. Vamos resistir até o último momento”, completa.
Em junho, o MST também interditou as BRs 232 e 316, em trechos localizados nos municípios de São Caetano e Petrolândia, em Pernambuco. O protesto também pedia a saída de Michel Temer e era contrário à extinção do Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Fonte: Do G1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário