terça-feira, 23 de agosto de 2016

Governo pede que Congresso segure projetos que reajustam salários

Aumento salarial dos ministros do Supremo também deve ser barrado. 
Governo agora tem pressa para votar o limite dos gastos públicos.

O governo voltou atrás, de novo, e pediu ao Congresso para segurar os reajustes dos funcionários públicos. O aumento dos ministros do Supremo também deve ser barrado. Depois das críticas e de aprovar aumentos para várias categorias, o governo agora tem pressa para votar o limite dos gastos públicos.

O recado foi dado pelo ministro-chefe da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima. Neste momento, está suspensa a aprovação de novos reajustes salariais. Recentemente o governo sancionou aumentos aprovados pelo Congresso para funcionários dos três poderes, uma conta de R$ 50 bilhões.

Fonte: G1 (Bom dia Brasil)

Nenhum comentário:

Postar um comentário