PONTO DO BEM

PONTO DO BEM
PETROLÂNDIA-PE

sexta-feira, 24 de maio de 2019

Bolsonaro diz que Câmara votará porte de arma para produtor rural

Segundo presidente, Rodrigo Maia garantiu votação de projeto

O presidente Jair Bolsonaro disse no dia (23/05) que a Câmara dos Deputados votará um projeto de lei que autoriza o porte de armas para produtores rurais. Em transmissão ao vivo pelo Facebook, ele afirmou que teve uma conversa com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que lhe assegurou que pretende colocar em votação, em breve, o projeto do deputado Afonso Hamm (PP-RS), que cria o porte rural de arma de fogo.

Foto: SNP

“Estamos para aprovar este projeto, e o Rodrigo Maia disse que vai colocar em votação”, disse o presidente durante a transmissão semanal. Segundo a proposta, o produtor poderá portar armas dentro de toda a área da propriedade rural.

Bolsonaro também afirmou que o porte de fuzil em área rural será regulamentado pelo Exército. Já as armas de menor porte, disse, serão liberadas de forma mais simples. “Sobre o porte de fuzil em área rural, fica definido que a aferição dos parâmetros será feita pelo Comando do Exército. Nas armas de menor porte, sem problema nenhum. Também fica definido como residência toda a área da propriedade rural e não apenas a casa”, disse.

O presidente também citou alguns pontos do decreto sobre a regulamentação da posse de armas de grosso calibre. O ministro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, acrescentou que a arma é um item de rotina em uma fazenda e que se o porte não se limita a autodefesa, mas também ao controle de animais que atacam as propriedades, como javalis.

“Não dá para chamar a polícia para controlar os javalis. Essa decisão é uma garantia para os nossos produtores rurais”, explicou Lorenzoni. O ministro comprometeu-se a ajudar na articulação. “O presidente Bolsonaro assumiu compromissos públicos de que o produtor rural possa se proteger, com direito à arma. O deputado Hamm está em condições de colocar essa votação em regime de urgência e, não tenho dúvida alguma, de que será aprovado.”

Também presente à transmissão, o deputado Hamm disse que conseguiu o aval dos líderes dos partidos para levar o projeto a votação e citou o apoio da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) em relação à proposta. “Nós queremos buscar mais tranquilidade para quem trabalha e produz no meio rural”, disse o parlamentar.

A posse de arma de fogo permite ao cidadão manter o artefato apenas no interior da residência ou no local de trabalho. O porte autoriza a circulação fora desses locais, com exceções para as Forças Armadas e órgãos de segurança pública, entre outros.



NEWS INTERNACIONAL: Primeira-ministra britânica anuncia renúncia

A primeira-ministra britânica (Reino Unido), Theresa May, anunciou nesta sexta-feira (24.05) que vai deixar, no dia 7 de junho, a liderança do Partido Conservador e que o processo de escolha de um novo líder vai começar na próxima semana.

Por RTP (emissora pública de televisão de Portugal)  Londres
Via Agência Brasil
24 de maio de 2019

Reuters/Toby Melville/Direitos Reservados

"Continuarei a servir como primeira-ministra até que o processo esteja concluído", disse Theresa May, em entrevista em sua residência oficial.

Ela argumentou que é dever dos políticos "implementar o que [o povo] decidiu",  referindo-se ao Brexit, aprovado há três anos. “Fiz tudo o que podia para convencer os deputados a apoiar o acordo de saída. Infelizmente, não consegui. É agora claro para mim que é do interesse do país que seja um novo primeiro-ministro a liderar esse esforço. Por isso, anuncio que irei me demitir do cargo de líder do Partido Conservador na sexta-feira, 7 de junho”, concluiu a primeira-ministra”.

“Será sempre uma matéria de grande arrependimento que não tenha conseguido cumprir o Brexit. Será função do meu sucessor procurar um caminho que honre o resultado do referendo. Para ser bem-sucedido, ele ou ela terá de encontrar um consenso no Parlamento, que eu não consegui. Esse consenso só pode ser atingido se ambas as partes em debate estiverem disponíveis para o compromisso”, afirmou May.

Visivelmente emocionada, ela acrescentou que foi a maior honra de sua vida vida ter sido a segunda mulher primeira-ministra no Reino Unido, “mas, certamente, não a última”, e ter servido ao país que ama.



quarta-feira, 22 de maio de 2019

Moro diz que novo decreto contempla 'críticas' e 'restringe' flexibilização de uso de armas

Governo publicou nesta quarta (22/05) novo decreto sobre armas e munições no país. Entre as alterações estão o veto ao porte de fuzis, carabinas ou espingardas para cidadãos comuns.

Por Guilherme Mazui, G1 — Brasília
22/05/2019 09h44 

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro — Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou nesta quarta-feira (22/05) que o novo decreto sobre armas e munições contemplou "críticas" feitas ao texto anterior e "restringe um pouco" a flexibilização promovida pelo presidente Jair Bolsonaro.

Moro deu as declarações durante entrevista à Rádio Bandeirantes. O governo publicou nesta quarta no "Diário Oficial da União" um novo decreto que altera o texto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro em 7 de maio.


Os decretos tratam da aquisição, cadastro, registro, posse, porte e a comercialização de armas de fogo e de munição. Entre as alterações anunciadas estão o veto ao porte de fuzis, carabinas ou espingardas para cidadãos comuns, além de nova regra na prática de tiro por menores de idade e no transporte de arma em voo.

O direito à posse é o direito de ter a arma em casa (ou no trabalho, no caso de proprietários). O direito ao porte é a autorização para transportar a arma fora de casa.

Moro explicou na entrevista que novo decreto contempla críticas feitas em relação ao texto anterior. Na opinião do ministro, o Planalto foi "sensível" as manifestações apresentadas.

“Esse decreto que foi publicado hoje, de certa maneira, ele atende alguma das críticas que foram formuladas em relação a esse decreto de duas semanas atrás”, declarou.

Nesta terça, governadores de 13 estados e do Distrito Federal divulgaram uma carta aberta contra o decreto. A Anistia Internacional pediu a revogação do texto, alegando riscos para as garantias do direito à vida, à liberdade e à segurança das pessoas.

O partido Rede Sustentabilidade já havia acionado o Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir a anulação da medida.

O ministro lembrou que a flexibilização da posse e porte de armas foi uma das promessas da campanha de Bolsonaro. Contudo, o novo decreto, na visão de Moro, restringiu em parte a flexibilização feita por Bolsonaro há duas semanas.

"Ele [decreto], vamos dizer assim, restringe um pouco aquela flexibilização. Houve uma crítica de que talvez houvesse ali alguns excessos e o Planalto foi sensível a essa crítica", disse.

Questionado sobre quais seriam os excessos corrigidos, Moro afirmou que havia dúvidas sobre quais tipos de armas e munições poderiam ser comprados. O Comando do Exército, segundo o ministro, fará a classificação.

Perguntando sobre a possibilidade da compra de fuzis, Moro respondeu que a caberá ao Exército tratar do tema, mas destacou que armas de “potencial lesivo maior” costumam ficar restritas ao uso das forças de segurança.

"Isso vai ser uma competência do comando do exército que vai realizar essa classificação. Sobre que tipo de armamento que as pessoas podem adquirir ou não e dependendo das categorias. Normalmente, essas armas de potencial lesivo maior, são restritos à utilização das forças de segurança”, disse Moro.

Bolsonaro publica novo Decreto de Armas 'para sanar erros'

O Palácio do Planalto explicou que um dos atos foi editado "com o objetivo de sanar erros meramente formais identificados na publicação original

Por Estadão 
Via Notícias ao Minuto
22 de maio de 2019


© Reuters


Depois de muitas críticas, o presidente Jair Bolsonaro publicou nesta quarta-feira, 22/05, várias retificações no chamado Decreto de Armas, que foi editado no início deste mês para facilitar o porte de armas no País. As correções constam de dois novos decretos.

Em nota, o Palácio do Planalto explicou que um dos atos foi editado "com o objetivo de sanar erros meramente formais identificados na publicação original, como numeração duplicada de dispositivos, erros de pontuação, entre outros".

O outro decreto é "alterador". Segundo o Planalto, "ele modifica materialmente alguns pontos do Decreto nº 9.785, de 7 de maio de 2019, que por determinação do Presidente da República foram identificados em trabalho conjunto da Casa Civil, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ministério da Defesa e Advocacia-Geral da União a partir dos questionamentos feitos perante o Poder Judiciário, no âmbito do Poder Legislativo e pela sociedade em geral".

Mais de 20 pontos do decreto original foram modificados, segundo informação do Planalto. Dentre eles, o novo texto traz vedação expressa à concessão de porte de armas de fogo portáteis e não portáteis para defesa pessoal

Na prática, não será conferido porte de arma de fuzis, carabinas, espingardas ou armas ao cidadão comum.





Confirmado show da dupla Bruno e Marrone no aniversário de Floresta, PE

A Prefeitura Municipal de Floresta, no Sertão de Pernambuco, confirmou nesta terça-feira (21/05) o show da dupla sertaneja Bruno e Marrone para o aniversário da cidade. O show está previsto para acontecer na noite do dia 19 e madrugada do dia 20 de maio de 2019.

Confira abaixo o vídeo do prefeito Ricardo Ferraz divulgado hoje:





O restante da programação ainda não foi divulgada.

*Mais informações a qualquer momento.

Por Blog do Elvis/NE10
Blog SNP, 22 de maio de 2019





Caminhão tomba na PE-360 entre Ibimirim e Floresta, no Sertão de Pernambuco




Um caminhão tombou na madrugada desta quarta-feira (22/05) na PE-360 entre os municípios de Ibimirim e Floresta, no Sertão de Pernambuco. O acidente aconteceu próximo ao quilômetro 15, por volta da meia noite (0h).

Segundo informações recebidas pelo Blog do Elvis, o veículo saiu da cidade do Floresta com destino a Aracaju- SE, carregado de melancia, que seriam vendidas na cidade de destino.

O acidente teria acontecido quando ao passar por um buraco a coluna de direção do veículo quebrou, fazendo com que o motorista perdesse o controle do mesmo entrando no mato, e por fim tombando o caminhão. Ninguém se feriu durante o acidente.





Por Blog do Elvis/NE10
22 de maio de 2019








Homicídio em Floresta - PE: Homem é assassinado a tiros no bairro Caetano 2 em Floresta, PE


Um homem identificado como Joaquim Armando da Silva, de 41 anos, foi assassinado a tiros na noite desta última terça-feira (21/05) no bairro Caetano 2 em Floresta, no Sertão de Pernambuco. De acordo com informações apuradas pelo Blog do Elvis, o crime aconteceu na Rua Manoel Domingos Novaes por volta das 19h.

O florestano chegou a ser socorrido para o Hospital Coronel Álvaro Ferraz, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. As causas e a autoria do homicídio ainda são desconhecidas. A Polícia Civil investiga o caso. Mais informações a qualquer momento.

Via Blog do Elvis/NE10
Blog SNP, 22 de maio de 2019



terça-feira, 21 de maio de 2019

Governadores de 13 estados e do DF divulgam carta aberta contra decreto de armas de Bolsonaro


Governadores de 13 estados e do Distrito Federal divulgaram nesta terça-feira (21/05) uma carta aberta contra o decreto de armas, editado pelo presidente Jair Bolsonaro, no começo do mês.

Por Andréia Sadi
Repórter da TV Globo e da GloboNews. Cobre os bastidores da política em Brasília
21 de maio de 2019

Na avaliação do grupo, o decreto que amplia o direito do cidadão à arma vai aumentar a violência no país.

"Achamos que isso não vai ajudar, pelo contrário. O que aguardamos é sermos chamados pelo governo federal para debatermos a política de segurança pública do país", afirmou ao blog o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), um dos signatários do documento.

Na carta (veja abaixo), as autoridades de 13 estados e mais o Distrito Federal afirmam que "as medidas previstas pelo decreto não contribuirão para tornar nossos estados mais seguros. Ao contrário, tais medidas terão um impacto negativo na violência – aumentando por exemplo, a quantidade de armas e munições que poderão abastecer criminosos – e aumentarão os riscos de que discussões e brigas entre nossos cidadãos acabem em tragédias".

Camilo Santana disse que não há previsão de entrega direta ao presidente Bolsonaro, com quem os governadores do Nordeste estarão reunidos na sexta-feira, na primeira viagem do presidente à região.

Além de Santana, assinam a carta Ibaneis Rocha (DF), Rui Costa (BA), Flavio Dino (MA), Renato Casagrande (ES), Helder Barbalho (PA), entre outros.

Nesta segunda-feira (21), o Jornal Nacional revelou que o decreto de Bolsonaro que regulamenta o uso e porte de armas no país libera compra de fuzil por qualquer cidadão.

O documento permite que as pessoas consigam comprar arma produzida pela Taurus. O Fuzil T4 foi criado em 2017 e se enquadra em novas especificações.

O decreto das armas está em vigor desde o início de maio. Ainda não há um cronograma para regulamentação, mas, desde que foi anunciado, o decreto dividiu opiniões.

O Ministério Público Federal, em Brasília, pediu a suspensão do decreto. Atualmente, existem três ações contra o decreto na Justiça Federal e três no Supremo Tribunal Federal (STF).

Veja a íntegra da carta dos governadores:

Carta dos Governadores sobre o Decreto Presidencial n. 9.785 (07 de maio de 2019) e a Regulação Responsável de Armas e Munições no País

Como governadores de diferentes estados do país, manifestamos nossa preocupação com a flexibilização da atual legislação de controle de armas e munições em razão do decreto presidencial n. 9.785 (07 de maio de 2019) e solicitamos aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário da União que atuem tanto para sua imediata revogação como para o avanço de uma efetiva política responsável de armas e munição no país.

Sabemos que a violência e a insegurança afetam grande parte da população de nossos estados e que representam um dos maiores obstáculos ao desenvolvimento humano e econômico do Brasil. Nesse contexto, a grande disponibilidade de armas de fogo e munições que são usadas de maneira ilícita representa um enorme desafio para a segurança pública do país e é preciso enfrentá-lo.

Por essa razão, é urgente a implementação de ações que melhorem a rastreabilidade das armas de fogo e munições durante toda a sua existência, desde sua produção. Também é fundamental aumentar os meios de controle e fiscalização para coibir os desvios, enfrentar o tráfico ilícito e evitar que as armas que nascem na legalidade caiam na ilegalidade e sejam utilizadas no crime. Reconhecemos que essas não são soluções mágicas, mas são condições necessárias para a melhoria de nossa segurança pública.

Diante deste cenário, e a partir das evidências disponíveis, julgamos que as medidas previstas pelo decreto não contribuirão para tornar nossos estados mais seguros. Ao contrário, tais medidas terão um impacto negativo na violência – aumentando por exemplo, a quantidade de armas e munições que poderão abastecer criminosos – e aumentarão os riscos de que discussões e brigas entre nossos cidadãos acabem em tragédias.

As soluções para reverter o cenário de violência e insegurança no país serão fortalecidas com a coordenação de esforços da União, Estados e Municípios para fortalecer políticas públicas baseadas em evidências e para implementar o Plano Nacional de Segurança Pública e Defesa Social, fortalecendo a prevenção focalizada nas populações e territórios mais afetados pela violência e a repressão qualificada da criminalidade.

Reforçamos nosso compromisso com o diálogo e com a melhoria da segurança pública do país. Juntos, podemos construir um Brasil seguro para as atuais e futuras gerações.

IBANEIS ROCHA

Governador do Distrito Federal

FLÁVIO DINO

Governador do Estado do Maranhão

WELLINGTON DIAS

Governador do Estado do Piauí

PAULO CÂMARA

Governador do Estado de Pernambuco

CAMILO SANTANA

Governador do Estado do Ceará

JOÃO AZEVEDO

Governador do Estado da Paraíba

RENATO CASAGRANDE

Governador do Estado do Espírito Santo

RUI COSTA

Governador do Estado da Bahia

FÁTIMA BEZERRA

Governadora do Estado do Rio Grande do Norte

RENAN FILHO

Governador do Estado de Alagoas

BELIVALDO CHAGAS

Governador do Estado de Sergipe

WALDEZ GÓES

Governador do Estado do Amapá

MAURO CARLESSE

Governador do Estado do Tocantins

HELDER BARBALHO

Governador do Estado do Pará

NEWS INTERNACIONAL: Morre o tricampeão de F1 Niki Lauda

Reuters/Leonhard Foeger/Direitos Reservados

O austríaco Niki Lauda, tricampeão de Fórmula 1, morreu nesta segunda-feira (20.05) aos 70 anos, informou na noite de hoje sua família em um comunicado divulgado pelos meios de comunicação britânicos.

Lauda travou grandes duelos e manteve uma grande rivalidade nas pistas com o piloto britânico James Hunt, retratado no filme “Rush”,  dirigido por Ron Howord e lançado em 2013. No ano passado, ele concordou em vender o controle de sua companhia aérea Laudamotion para a Ryanair e era acionista da equipe Mercedes de Formula 1.

* Com informações das agências de notícia Telam e Reuters

Por Agência Brasil
Blog SNP 21 de maio de 2019



MEIO AMBIENTE: Subida do nível do mar preocupa cientistas

Cientistas afirmam que o nível do mar está subindo mais depressa do que o previsto. A causa: o degelo das geleiras na Antártida e Groenlândia.

Por Agência Brasil
21 de maio de 2019

Degelo na Groenlândia e na Antártida deixa cientistas preocupados 
(Arquivo/ Nasa/Via Reuters/Direitos Reservados)

Um estudo, que previu que o mar subiria menos de um metro até ao ano de 2100, está sendo contestado porque cientistas acreditam que esse total poderá duplicar.

O relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), produzido em 2013, previa que o nível do mar subiria no máximo de um metro até ao ano de 2100.

Sem uma significativa redução das emissões do gás de efeito de estufa, as águas poderiam subir entre 52 e 98 centímetros.

Contudo, um novo estudo, mais abrangente, prevê que o nível do mar poderá aumentar mais de dois metros, se as emissões continuarem na sua trajetória, e se as temperaturas subirem até 5 graus Celsius.

A hipótese, no entanto, é extrema, e a probabilidade de as temperaturas subirem 5 graus é de 5%.  

Cientistas alertam, porém, para o fato de que 5% é ainda um percentual considerável e que corresponde a um elevado risco.

*Com informações da RTP (emissora pública de televisão de Portugal)



CATÁSTROFE PREVISTA NO BRASIL: Talude do complexo do Gongo Soco pode se romper até dia 25, diz ANM

Google Maps

A Agência Nacional de Mineração (ANM) informou hoje (20.05), que o rompimento do talude do complexo da Mina de Gongo Soco, da Vale, no município de Barão de Cocais (MG), deve acontecer até o próximo sábado (25.05). A barragem é do mesmo tipo da que se rompeu em Brumadinho, em 25 de janeiro.

Segundo a agência, que interditou o complexo na última sexta-feira (17.05), o talude norte da cava de Gongo Soco estava se deslocando 10 centímetros (cm) por ano desde 2012, um deslocamento aceitável dada a dimensão da estrutura. "Mas, desde o fim de abril, a velocidade do deslocamento aumentou para 5 cm por dia e, se esta aceleração continuar, o rompimento do talude pode acontecer entre os dias 19 e 25 de maio", alertou a assessoria da ANM em nota publicada nesta segunda-feira (20.05).

De acordo com a assessoria da ANM, dados da agência já indicam que, desde ontem (19.05), a velocidade de deslocamento do talude já havia chegado a 7 cm por dia.

A ANM já havia notificado a Vale e determinado que a empresa tomasse uma série de providências emergenciais, entre elas a “suspensão imediata do tráfego do trem de passageiros no trecho do viaduto localizado a jusante [fluxo normal da água de um ponto mais alto para um ponto mais baixo] da cava; monitoramento por vídeo em tempo real das barragens e também a apresentação de estudo de comportamento da possível onda gerada pelo rompimento do talude norte.

Desde 2016, a cava e todas as obras já estavam paralisadas. Segundo a ANM, o risco de rompimento é do talude da cava e não da barragem, que fica a 1,5 quilômetro (km) de distância da cava. A agência disse que a preocupação é que a vibração gerada pelo rompimento do talude influencie na segurança da barragem Sul Superior.

A barragem Sul Superior é uma das mais de 30 estruturas da Vale que foram interditadas após a tragédia de Brumadinho (MG), ocorrida em 25 de janeiro. Em diversos casos, a interdição foi acompanhada da evacuação das zonas de autossalvamento, isto é, aquelas áreas que seriam alagadas em menos de 30 minutos ou que estão situadas a uma distância de menos de 10 quilômetros. Atualmente, mais de mil pessoas estão fora de suas casas em todo o estado.

Barão de Cocais

Barão de Cocais é o município com o maior número de casas evacuadas. A evacuação teve início no dia 8 de fevereiro quando a barragem Sul Superior atingiu o nível 2 e as famílias foram levadas para quartos de pousadas e hotéis custeados pela Vale. Em 22 de março, a barragem Sul Superior se tornou a primeira a atingir o nível 3, que é considerado o alerta máximo e significa risco iminente de rompimento. Desde a tragédia de Brumadinho, quatro barragens da Vale, em Minas Gerais, alcançaram esse alerta máximo.

De acordo com a Defesa Civil de Minas Gerais, 443 moradores da zona de autossalvamento deixaram suas residências. No dia 25 de março, um treinamento envolveu mais de 3,6 mil pessoas que vivem em áreas secundárias que seriam atingidas. Um novo simulado foi realizado neste sábado (18.05).

Recomendações

Com a iminente ruptura do talude da cava, o Ministério Público de Minas Gerais recomendou na semana passada que a Vale comunique, por meio de carros de som, jornais e rádios, informações claras, completas e verídicas sobre a atual condição estrutural da Barragem Sul Superior. Também orientou o fornecimento de apoio logístico, psicológico, médico para moradores de Barão de Cocais e das vizinhas Santa Bárbara e São Gonçalo do Rio Abaixo.

Por Agência Brasil
Blog SNP 21 de maio de 2019



Governo lança campanha publicitária pela reforma da Previdência

Ao custo de R$ 37 milhões, veiculação começa nesta segunda-feira (20.05)

Por Agência Brasil
Blog SNP 21 de maio de 2019

Marcos Corrêa/PR

Em cerimônia no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro lançou hoje (20.05) a campanha publicitária em defesa da reforma da Previdência. Com o slogan Nova Previdência. Pode perguntar, as peças trazem pessoas comuns fazendo perguntas sobre a proposta em tramitação no Congresso. A campanha, que será veiculada em jornais, emissoras de rádio e televisão, internet, mídias sociais, mídia exterior e painéis de aeroportos, rodoviárias e estações de metrô, foi formulada pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) e executada pela agência Artplan. Segundo a própria Secom, serão investidos um total de R$ 37 milhões nas inserções publicitárias, que vão ao ar a partir desta segunda até meados de julho.

Em seu discurso, Bolsonaro fez um aceno ao Congresso Nacional, lembrando que cinco dos seus ministros são oriundos do Parlamento e que ele valoriza o Poder Legislativo, que dará a palavra final sobre a matéria. "Nós valorizamos, sim, o Parlamento brasileiro, que vai ser quem vai dar a palavra final nessa questão da Previdência, tão rejeitada ao longo dos últimos anos. Mas, quando se tem, à sua frente, os números concretos da Previdência, muita gente muda de ideia", afirmou.

Bolsonaro também fez questão de citar os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, pelo apoio que têm dado à reforma. Dirigindo-se aos parlamentares presentes à cerimônia, o presidente afirmou que está aberto a conversar, o que só não faz mais por falta de agenda. Ele disse, no entanto, esperar que não haja muitas mudanças no texto original da proposta de emenda constitucional enviada pelo governo.  

"Só não recebo mais por falta de agenda, mas gostaria de continuar a conversar com o maior número possível de vocês [parlamentares] para que possíveis equívocos, possíveis melhoras nós possamos, junto ao Parlamento brasileiro, buscar [resolver]. Se bem que, pretendemos que nossa reforma saia de lá com menor número possível de emendas aprovadas", acrescentou.

Campanha

Segundo o chefe da Secom, Fábio Wajngarten, pessoas comuns, que não eram atores, participaram com perguntas do que seriam as principais dúvidas sobre a reforma da Previdência. Na campanha publicitária, essas dúvidas são respondidas por apresentadores em estúdio.   

"Toda a campanha vai ser ancorada nesse guarda-chuva da 'Nova Previdência, pode perguntar'. A campanha exibirá transparência, confiança e credibilidade. Todas as peças publicitárias serão compostas desse selo 'essa é a verdade', para contrapor à enxurrada de fake news que o tema vem enfrentando", afirmou durante a cerimônia de lançamento.  

A campanha também utilizará comunicadores famosos, por meio do chamado merchandising, no convencimento sobre os pontos da Nova Previdência no rádio e na TV. Os merchandisings terão a mesma dinâmica das demais peças: perguntas e respostas. "A expectativa é de que, com o apoio dos comunicadores, a mensagem chegue mais facilmente aos públicos mais sensíveis à proposta e que ainda não conhecem detalhes da PEC", diz a Secom, em nota.

Necessidade

"É o primeiro governo que, antes de mandar a proposta de emenda constitucional, mandou uma Medida Provisória para combater fraude [na Previdência]. Isso é inédito. Depois, mandou uma medida para atualizar a cobrança dos devedores", afirmou o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Ele voltou a argumentar que, sem as mudanças nas regras de aposentadoria e pensões, o Brasil corre os mesmos riscos de países como Portugal e Grécia.   

"O sistema de repartição brasileiro era um navio ou avião com o casco furado, que precisava ser consertado. Falha da nossa geração, que precisa ser reparada, para que o Brasil não seja como Portugal, que do dia para noite cortou 30% das pensões das viúvas. Ou, como a Grécia, que ficou esperando a mão estendida da União Europeia, e a União Europeia ficou olhando a Grécia cair no piso e a mão até agora não foi estendida. Então, a campanha que se inicia agora é a campanha em favor de todos brasileiros", acrescentou.     

Mais cedo, em agenda no Rio de Janeiro, Bolsonaro disse que se a reforma da Previdência não for aprovada, em cinco anos já não haverá recursos para pagamento de servidores na ativa.  



Decreto de Bolsonaro que regulamenta uso e porte de armas no país libera compra de fuzil por qualquer cidadão


Documento permite que as pessoas consigam comprar arma produzida pela Taurus. Fuzil T4 foi criado em 2017 e se enquadra em novas especificações.

Por Leslie Leitão e Paulo Renato Soares, Jornal Nacional
20/05/2019
Blog SNP (21 de maio de 2019) 

O decreto assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, que regulamenta o porte e posse de armas no país, permitirá a qualquer cidadão comprar um fuzil.



A compra do fuzil passou a ser possível a partir da nova classificação estabelecida pelos responsáveis pelo decreto. No documento, se aumenta em até quatro vezes o valor do poder de fogo de armas que podem ser adquiridas pelos civis.

A nova classificação inclui o fuzil T4, uma arma usada por forças táticas militares e produzida no Brasil pela empresa Taurus.

A Taurus confirmou ao Jornal Nacional que só espera a regulamentação do decreto para vender o T4 para civis. A empresa diz que já tem uma fila de duas mil pessoas querendo comprar o armamento na versão semiautomática. E que as armas poderiam ser entregues em até três dias depois da compra.

De acordo com o decreto, a arma poderá ser comprada por qualquer brasileiro.

Isso vai ser possível porque o decreto do governo federal, com novas regras para a posse e porte de armas no Brasil, mudou a classificação do armamento que passa a ser de uso permitido.

"O T4 é um fuzil de assalto, de uso militar policial. A versão que vai estar disponível para o civil não tem essa opção de rajada. É tiro a tiro. E essa, sim, se o cidadão cumprir todos os quesitos legais vai poder ter um desse em casa", explicou Benê Barbosa, especialista em armas e integrante do Movimento Brasil Livre.

A medição do poder de fogo de uma arma é feita pela quantidade de energia liberada no momento do disparo, a energia cinética.

Até antes da assinatura do decreto, os brasileiros só podiam comprar armas com energia cinética até 407 joules. Isso se refere a revólveres, de calibres 32 e 38, e pistolas de calibre 380.

O decreto sobe o limite para o uso de armas com 1.620 joules, ou seja, quatro vezes mais do que é estabelecido atualmente.

O T4, fabricado no Brasil, de calibre 5.56, tem força cinética de 1.320 joules.

Projeto que aumenta de 60% para 70% gastos com verbas de gabinete é aprovado na Alepe em 1ª votação

Proposta contempla 27 gabinetes da Assembleia Legislativa de Pernambuco, já que os demais já têm esse limite. Proposta segue para a 2ª votação pelos deputados estaduais.

Por Danielle Fonseca, TV Globo
20/05/2019 
Via G1 Pernambuco 

Votação na Aleoe teve a participação de 38 deputados estaduais — Foto: Reprodução/TV Globo


A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), no bairro da Boa Vista, no Centro do Recife, aprovou em 1ª votação, na tarde desta segunda (20.05), um aumento de 10 pontos percentuais no limite de gastos com verbas de gabinete. A proposta amplia de 60% para 70% o valor que os deputados estaduais dispõem para distribuir entre os servidores do gabinete. 
“Quem é contemplado não é o deputado, é a estrutura do gabinete ao qual ele vai atribuir gratificação para os servidores do gabinete dele. Isso é uma demanda antiga da Casa para que não tivesse uma disparidade entre eles. Hoje ele pode distribuir 60% do valor da verba de gabinete para os seus servidores e passa a 10% a mais", afirma o primeiro secretário da Alepe, o deputado Clodoaldo Magalhães (PSB).
A proposta contempla 27 gabinetes da Alepe, pois os demais existentes na Casa já têm esse limite de 70%. A votação, realizada por leitura digital em cinco minutos, teve a participação de 38 deputados: foram 36 votos a favor e dois contra.

Ainda segundo o primeiro secretário, esse aumento está dentro da previsão orçamentária financeira para a Alepe em 2019. “Atualmente, essas despesas são de R$ 183 mil por mês. Com a aprovação, os gastos chegarão a R$ 198 mil. Um acréscimo de R$ 15 mil e um impacto de R$ 5 milhões ao ano”, diz.

O projeto da mesa diretora foi publicado no Diário Oficial da terça-feira (14.05). No mesmo dia, foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e, na quarta-feira (15.05), pelas Comissões de Administração e Finanças. A proposta segue para as próximas etapas até a aprovação final.

“Vamos ter a votação em segunda discussão, e votação em redação final. Durante o processo de trâmite da matéria, é possível haver emendas. E o tempo de aprovação vai depender exatamente disso”, afirma Clodoaldo Magalhães. A data da segunda votação não foi divulgada.



segunda-feira, 20 de maio de 2019

Chacina no bairro do Guamá em Belém, (Pará) 11 mortos neste domingo 19.05

Reprodução

Onze pessoas morreram, na tarde deste domingo (19.05), após uma chacina em um bar localizado na passagem Jambu, no bairro do Guamá, em Belém. As vítimas são cinco mulheres e seis homens. 

De acordo com informações de testemunhas, que preferiram não se identificar, homens encapuzados, em um carro preto e uma moto, chegaram no local e efetuaram os disparos. A maioria atingiu a cabeça das vítimas.

A dona do estabelecimento, identificada apenas como Vanda, também foi vítima da chacina. Um homem identificado como Anderson Gonçalves dos Santos foi baleado e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Terra Firme.

Algumas pessoas que estavam no bar conseguiram se esconder no fundo do estabelecimento e não foram baleadas. 
DOL recebeu imagens do local do crime, mas por ser um conteúdo muito forte, optamos por não publicar.

A Polícia esteve no local. Até a publicação da matéria, não se sabe a causa, ou suspeitos de serem os autores dos crimes.

Por DOL
19 de maio de 2019






domingo, 19 de maio de 2019

LITERATURA DE CORDEL : "Eterno Povoado de Barreiras", poeta Petrolandense Tony Xavier

Foto: Tony Xavier


Eterno povoado de Barreiras


Mergulhei novamente no passado
Pra rever os lugares que deixei
Tantas coisas jogadas encontrei
Fiquei triste bastante angustiado
Em momentos também emocionado
Porque lá eu deixei meu coração.
Boa Vista, Altinho e Portão
A Igreja Sagrada de Barreiras
A feirinha e Rua da Mangueira
São eternas aqui no coração!

Fui na comunidade Santa Helena
Foi lá que bateu forte á emoção
Resolvi dar um salto no portão
E comigo de novo o mesmo tema
Emoções repetiram a mesma cena
Ao sentir bem de perto á solidão.
Vi escombros de casas pelo o chão
Sinto esta tortura á vida inteira
Á feirinha e rua da mangueira
São eternas aqui no coração!

Jamais vou aceitar o que passou
Muito embora eu sei que não tem jeito
Essa dor vai está dentro do peito
Para mim nada disso acabou.
Á memória não se acostumou
Conviver  com á triste decisão
Tô sofrendo sem paralisação
É terrível viver desta maneira
Á feirinha e rua da mangueira
São eternas aqui no coração!

Por Tony Xavier
O poeta do povo

Petrolândia - PE, 19 de maio de 2019

Carro pega fogo na BR-316, em Petrolândia, no Sertão de PE [Vídeo]

Um carro pegou fogo enquanto trafegava pela BR-316 em Petrolândia-PE, na tarde deste sábado (18/05). Segundo o Corpo de Bombeiros, nenhuma pessoa ficou ferida.



De acordo com informações, o veículo, um Fiat Uno, seguia em direção à Jatobá-PE. O fato aconteceu por volta das 17h40min, na saída do município.

Os bombeiros foram acionados e combateram as chamas no local. Conforme as primeiras informações, o incêndio teria sido provocado por uma pane elétrica no veículo.





Por Redação/Informações: Central de Imprensa do Corpo de Bombeiros de PE.
Do Blog Petrolândia Notícias 


HOMEM É PRESO EM PETROLÂNDIA - PE: Homem é preso após tentar entrar na cadeia de Petrolândia com maconha e celulares em fundo falso de marmita




Foi na noite dessa sexta-feira (17.05) volta das 18h20min, que Policiais Militares da 4ª CIPM - Companhia Independente de Polícia Militar, através do GT-4011 foram acionados pela Central de Operações para dar apoio na Cadeia Pública de Petrolândia. 

No local, o Sgt Assis (Guarda Patrimonial) flagrou, durante a entrega do almoço aos presos, uma marmita com fundo falso contendo dois celulares e uma porção de maconha tentando ser entregue por Isaac José da Silva de 32 anos. 

Diante dos fatos, o imputado e o material apreendido foram encaminhados a Delegacia de Polícia Civil de Floresta para que fossem tomadas as medidas cabíveis, conforme o BO n' M10499528/2019.

Por Redação/Informações e fotos: Seção de Comunicação da 4ª CIPM de Petrolândia
Do Blog Petrolândia Notícias
Aqui no SNP (19 de maio de 2019)



Click na Imagem e conheça o melhor point da cidade 

ACIDENTE EM PETROLÂNDIA - PE: Foi registrado na manhã deste domingo (19.05), no Bairro Nova Esperança um acidente automobilístico na BR 316 [vídeo e imagens]







Na manhã deste domingo, (19.05), por volta das 5h30 min, aconteceu um acidente automobilístico, na BR 316, no Bairro Nova Esperança, em Petrolândia, no Sertão de Pernambuco. O veículo vinha no sentido Floresta a Petrolândia.

O condutor, identificado, por amigos, como Vademar, (Civil que presta serviço ao exército, na transposição do Rio São Francisco), um deles que nos informou o nome, é o dono do Honda Civic. Ambos amigos do motorista, servem ao exercito, também na transposição.  

DETALHES DO ACIDENTE; RELATO DO MOTORISTA E  RELATO DE POPULARES NO LOCAL

O motorista conduzia um Honda Civic, de placa NHX - 6224, Picos-PI, informou ao proprietário do motel, que vinha na BR 316, no sentido Floresta a Petrolândia. Perdeu o controle do veículo, ao ser fechado por um caminhão. 

O carro percorreu sem controle, um trajeto em média de 100 metros na pista. O lado esquerdo na pista, e o outro lado fora da pista. Saltando de uma altura de uns dois metros, e percorreu em média de mais 20 metros fora da pista, e capotou próximo ao muro de um motel.


O proprietário do "Motel Só Love", conversou com nossa redação, e nos informou que por volta das 5h32min, ligaram para ele, informando do ocorrido. O mesmo rapidamente foi ao local, já que o acidente foi em frente ao seu estabelecimento. Chegando ao local, constatou a veracidade do fato.  Ele nos disse que o condutor (motorista), que era a única pessoa no veículo, e aparentemente estava bem, mas tinha um corte na cabeça. O proprietário o conduziu ao Pronto Socorro do Hospital Municipal de Petrolândia, que a principio, o mesmo não queria ir, mas no fim, acabou aceitando, e foi para ao PS.

O veículo destruiu pilares de proteção, grades, plantas parte de uma e uma fossa, todos em frente ao motel.  

Outro Relato:

O jovem que estava em uma moto, nos informou, que o Honda Civic passou por ele, segundos antes, em alta velocidade, mas não viu detalhes do acidente.   




Uma viatura da Polícia Militar da 4ª CIPM, este no local, e policiais conversaram com os dois jovens do exercito, um deles erá o dono do veículo. Eles informaram que iriam ligar para  comando do exército, para ir até o local, e ver as medidas a serem tomadas.


VÍDEO: Trajeto que foi percorrido pelo veículo antes de capotar 




Outras imagens do acidente 




Nas imagens a seguir, pode se ver árias imagens de partes do carro que fora ficando no trajeto, que o carro percorreu antes de capotar.